Fanfiction Portugal
Todos os dias vemos o fórum crescer, mais uma pessoa a revelar os seus desejos mais íntimos nas suas frases.
Já sabes, não vais querer sair!
Para ajudares o fórum a continuar a crescer, mete gosto: http://facebook.com/fanfictionpt


Fórum fanfictionpt não é apenas um fórum, é O fórum de fanfics. É especialmente para as pessoas que gostam de escrever ou simplesmente ler. Mas aviso-te, quando te registares... não há volta a dar, não vais querer sair!
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Últimos assuntos
» Visual de Março
Qui 28 Ago - 10:55 por Patrícia B. ❃

» bonjour, ça va?
Qui 28 Ago - 10:52 por Patrícia B. ❃

» Escritor do mês de Abril
Seg 14 Abr - 0:15 por Andarilho

» Oi povo!
Qui 10 Abr - 20:41 por Mariana

» Sugestão para botões
Qui 10 Abr - 20:36 por Mariana

» Fernando Anitelli - Sintaxe à Vontade
Qua 9 Abr - 13:13 por Andarilho

» Momento Musical
Seg 7 Abr - 14:28 por Mariana

» Olá gente!
Seg 7 Abr - 9:39 por Mariana

» Parabéns Lilyh <3
Dom 6 Abr - 23:04 por Principiesa

Histórias em andamento:
Justin Bieber:
One Direction:
Originais:
Crossfics:
A Força d'um Amor (+18) 

Se a tua história não estiver aqui manda uma mp à administração.
Novo nos fóruns?

És novo/a por aqui?
Clica neste link.

Afiliados
 

Para fazeres parceria com o nosso fórum, manda mp à administração.

Compartilhe | 
 

 If we could only turn back time

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
mariana'
escritores
escritores
avatar

Mensagens : 194
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 25/07/2011
Idade : 21
Localização : Somewhere

MensagemAssunto: If we could only turn back time   Sex 22 Jun - 13:45

Relembrando a primeira mensagem :

If we could only turn back time





If we could only turn back time
You know I'll be
Your life, your voice your reason to be
My love, my heart
Is breathing for this
Moment in time
I'll find the words to say
Before you leave me today

Géneros: Romance; Drama
Avisos: Linguagem imprópria


Última edição por mariana' em Sex 22 Jun - 19:17, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário

AutorMensagem
AnneMarie
Admin
Admin


Mensagens : 896
Data de inscrição : 10/08/2011

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Ter 3 Jul - 10:56

Gostei muito do capiulo!
E eles a cantar "Torn" tipo wowww*-*
Zayn é mesmo aquela coisa sexy e que se preocupa mesmo com o amigo!
Bem continua!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://newbegining.blogs.sapo.pt
'abby♥
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 96
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 26/02/2011
Idade : 21
Localização : paradise

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Qua 4 Jul - 20:43

Tu és ruim, acaba-se isto desta maneira? pff...
Posta o próximo rapidinho!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
mariana'
escritores
escritores
avatar

Mensagens : 194
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 25/07/2011
Idade : 21
Localização : Somewhere

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Qui 5 Jul - 14:12

Obrigado por comentarem *-*


6º Capitulo


O meu telemóvel começou a despertar às sete em ponto. “Video Games” da Lana Del Rey soava por todo o meu quarto. A minha cama, de manhã, fica infinitas vezes mais confortável, ou então, é como se a força da gravidade aumentasse e me prendesse dentro dos lençóis. Sem me levantar, estendi o braço para a mesa-de-cabeceira à procura do telemóvel na esperança de desligar o despertador e dormir apenas mais uns minutos. Rapidamente o encontrei, mas deixei-o cair. Ouvi um pequeno estrondo, e, depois de acender o candeeiro vi que a capa do telemóvel tinha saltado. A mesma estava por baixo da minha cama, assim como a bateria. Debrucei-me para fora da cama e estiquei o meu braço direito para apanhar a capa. Estava numa posição esquisita e extremamente desconfortável. Das minhas ancas para cima estava pendurada para fora da cama. Consegui apanhar a capa, e faltava a bateria que estava um pouco mais longe, exigia que me esticasse um pouco mais. Enquanto fazia esse pequeno esforço alguém abriu a porta do quarto.

- LONDON! – Reconheci logo a voz estridente do Louis.

- LOUIS! – Disse ao puxar-me para cima, já depois de ter a bateria na mão.

- Ouvi um barulho e vim ver. Depois encontro-te pendurada da cama, com o cabelo a tapar-te a cara. Pensei que... ah, nem vale a pena concluir a frase. – Disse ele vindo na minha direção dando-me um beijo na testa.

- O telemóvel caiu-me. Desculpa se te preocupei.

Dito estas palavras levantei-me, abri as cortinas para deixar a luz entrar, e fui em direção à casa de banho. Fiz a minha higiene matinal, vesti-me e fui para o andar de baixo tomar o pequeno-almoço.
Hoje tinha apenas três aulas. Enquanto andava pelo corredor principal vi a folha das inscrições para o concurso de talentos. De facto é difícil não a ver, por cima da folha há um enorme cartaz a dizer “Concurso de talentos”, numas letras bastante chamativas. Continuei o meu caminho para o bar, onde estão os rapazes. O Niall era o único que estava a comer, mas o que ele tinha disposto sobre a mesa dava para duas pessoas. Como não havia cadeiras vagas, sentei-me ao colo do meu irmão.

- Estive a pensar numa coisa que é capaz de resultar, mas preciso que vocês alinhem. – Disse eu.

- Desembucha boneca! – Disse o Louis num tom de voz cómico.

- Então, eu estive a pensar que vocês se podiam inscrever no concurso de talentos!

Pagava para ver as reações deles novamente, o Niall até se engasgou. Fiquei à espera de uma resposta, mas ninguém se atrevia a falar.

- Andas-te a beber não foi? – Perguntou o Louis.

- Sabes bem que ela não bebe! – Defendeu-me o Harry.

O Louis levantou os braços no ar em defesa.

- É uma boa ideia, vocês estiveram tão bem na outra noite! Só estariam a fazer um favor a vós próprios. – Disse.

- Eu nem acho que seja, de todo, uma má ideia. – Disse o Liam.

- Vamo-nos divertir, isso tenho a certeza. – Acrescentou o Zayn.

- Vá lá, deixem-me ir inscrever-vos! – Pedi, fazendo beicinho.

Os rapazes concordaram em inscreverem-se para o concurso de talentos como uma banda. Fiquei feliz, sei que há a possibilidade de eles ganharem. Só precisamos de arranjar um nome para a banda!

- Louis and the carrots! – Disse o Louis.

- Nem pensar. É Niall and the potatoes. – Disse o Niall.

- Vá, estou a falar a sério. – Disse.

- Temos de pensar. – Disse o meu irmão.

Durante a primeira aula apontei uns nomes que me pareceram engraçados, mas nenhum era aquele que eu achava que eles mereciam. No intervalo juntámos os nomes todos, mas não chegámos a um acordo. Durante a segunda aula, desisti. Não conseguia achar um nome perfeito. Acho mesmo que vamos chamar a banda “Louis and the carrots” ou “Niall and the patatoes”. A minha última aula era educação física. Não gosto de correr, não gosto de andar a saltitar, e definitivamente, não gosto de me sentir suada!

- Vamos lá suas lontras! É correr numa só direção! – Disse o professor enquanto anotava alguma coisa nas folhas de avaliação.

Continuei a correr, e, foi quando tive uma ideia. “Numa só direção”, “One Direction”. Encontrei o nome perfeito para a banda! Corri com mais fervor e no final da aula peguei nas minhas coisas e apressei-me a encontrar os rapazes. Encontrei o Liam num dos corredores.

- LIAM! – Gritei para que ele esperasse. Parou e esperou por mim.

- Belos calções. – Disse ele. Não quis perder tempo a trocar de roupa, e vim com os calções do meu equipamento.

- Cala-te! Olha, encontrei o nome perfeito para a banda!

Encontrámo-nos com os rapazes na entrada da escola e anunciei o nome que tinha pensado para a banda. Todos gostaram do nome. Fomos até à folha de inscrição e com uma caligrafia cuidada escrevi: “ One Direction”. Categoria: “banda”. Depois escrevi o nome de todos eles.

- E a seguir, One Direction! – Disse o Niall, com voz de apresentador.

Quando o ouvi ri-me, mas, na verdade suava muitíssimo bem.

- Um dia, vocês ainda me vão agradecer! – Disse enquanto sorria.

Este capitulo ficou fraquinho :c
Continua
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AnneMarie
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 896
Disposta a ser BetaReader? : Sim.
O que pretendes ser? : escritor(a)
Data de inscrição : 10/08/2011
Idade : 22
Localização : Uma terra que ninguém conhece...

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Qui 5 Jul - 14:46

Primeiro não achei que o capitulo tenha ficado fraquinho, porque eu pessoalmente gostei.
Adorei as sugestões do Louis e do Niall*-*
Mas bem continua que eu quero mais.

____________________________________________________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://newbegining.blogs.sapo.pt
'abby♥
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 96
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 26/02/2011
Idade : 21
Localização : paradise

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Qui 5 Jul - 15:20

"mariana sua fofa, sabes que gosto muito de ti e quero que continues a postar!"
dito e feito! eheh Laughing
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário

escritores
escritores
avatar

Mensagens : 31
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 02/05/2012
Idade : 23

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Qui 5 Jul - 19:46

Omg, o Zayn não pode afastar-se dela porque o amigo gosta dela, têm os mesmos direitos e ela nem quer nem nada, por isso mantém-te perto dela Zayn Twisted Evil
Só mentes brilhantes, pahahaha.
Beijinhos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
mariana'
escritores
escritores
avatar

Mensagens : 194
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 25/07/2011
Idade : 21
Localização : Somewhere

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Dom 8 Jul - 16:01

Obrigado meninas *-* [acho que vou passar a responder aos comentários individualmente, vocês merecem! :c Mas têm de me ajudar a não fazer double post, ihihih xD]
Espero que gostem ;3


7 Capitulo


- Estão a pensar cantar o quê, no concurso de talentos? – Perguntei enquanto barrava uma torrada com manteiga. Estávamos todos a lanchar lá em casa.

- Não sei. – Começou o meu irmão. – Um cover de qualquer coisa.

- Não pode ser simplesmente qualquer coisa! – Disse resmungando.

- Tem calma, havemos de arranjar qualquer coisa. – Disse o Zayn.

- Logo se vê. – Disse o Louis.

Rapazes, sempre a deixarem as coisas para a última da hora. Acabei de lanchar e ajudei a arrumar a cozinha. De seguida sentei-me no sofá e liguei a televisão, os rapazes seguiram-me e ocupámos os sofás todos. Não estava a dar nada de jeito, como sempre. Decidi ir fazer uma tarefa útil, como ir às compras. Faltavam algumas coisas lá em casa. O Liam, o Zayn e o Niall, foram embora e fui com o Harry e com o Louis ao supermercado mais perto. Pegámos num carrinho e começamos a percorrer os corredores. Estávamos no corredor da fruta quando o meu irmão salta para dentro co carrinho das compras e o Louis começa a empurrá-lo pelo supermercado a fora. Mesmo quando já não os conseguia ver, ouvia o Louis a gritar e o Harry a rir-se. Continuei e escolher alguma fruta e a coloca-la em sacos plásticos. Vi os rapazes passarem, e chamei-os para lá meter os sacos. Coloquei-os aos pés do Harry e continuei as compras. Eles iam-me seguindo, mas preferia que não o fizessem, de certa forma estão a envergonhar-me! Às vezes, simplesmente, faço de conta que não os conheço e é o que estou a fazer neste momento. Quando fomos pagar o Harry saltou do carro e ajudou-me a colocar os itens do carrinho no tapete rolante da caixa. O meu irmão pagou e fomos colocar os sacos na mala do carro dele.

Minutos depois estávamos em casa e arrumei tudo no respetivo lugar. Depois fui para o meu quarto, liguei o computador, e, enquanto esperava que ele iniciasse por completo, despi o casaco, arrumando-o no armário. Procurei pela minha pasta de músicas e coloquei uma qualquer a tocar. Abri o Messenger, mas sem ver quem estava online fui pesquisar algumas coisas pela internet. Quando ia mudar de música reparei na janelinha laranja a piscar, era o Liam. Era um pedido para uma chamada de vídeo. Aceitei sem hesitar, logo apareceu ele todo sorridente.

- Olá princesa! – Disse-me.

- Olá coisa linda. – Respondi a sorrir.

- Estive a pensar e podíamos ir almoçar fora amanhã...

- Por mim tudo bem.

- ...só os dois. – Concluiu ele.

As minhas pernas começaram a tremer e agarrei-as com os braços na esperança que elas parassem.

- Sim. – Disse sem pensar.

Não sei o que me deu, foi como se o meu cérebro tivesse deixado de pensar. É verdade que eu queria muito ir, mas já estou a prever que mal fiquemos os dois sozinhos vou bloquear totalmente. Já estou com vergonha e ainda nem chegou o momento. Consegui ouvi-lo a festejar e ri-me. Continuámos a conversar por algumas horas. Até que ele tapa os olhos com a mão esquerda.

- Que foi? – Perguntei.

- O teu irmão acabou de passar no corredor e estava nu! – Disse ele sem tirar
a mão da frente dos olhos.

Levantei-me e fui ver o corredor, ainda consegui ver o meu irmão a entrar para o quarto. Voltei para o meu quarto e encostei a porta. Sentei-me na cadeira à frente do computador e disse ao Liam que já podia tirar a mão da frente dos olhos. Ele espreitou por entre dois dedos e baixou a mão, no final rimo-nos os dois.

- A minha mãe está-me a chamar, devo ir jantar. Volto já. – Disse ele, levantando-se da cadeira.

Minimizei a janela do Messenger e fui à cozinha ver o que o Louis estava a fazer para o jantar. Arroz de cenoura com qualquer coisa. Preparei a mesa para o jantar começando pelos pratos, seguindo-se os garfos, as facas, os copos e os guardanapos. Coloquei ainda uma garrafa de sumo no centro da mesa. Peguei no meu pijama e fui ver se o Liam já tinha voltado. Não havia ninguém do outro lado da câmara. Encaminhei-me para a casa de banho e troquei de roupa. Entrei na lavandaria, na verdade, era uma divisão minúscula com umas prateleiras, uns cabides e uma máquina de lavar e secar. Coloquei a minha roupa na máquina, enchi-a como resto da roupa que estava no cesto e fui ao quarto do Louis e do Harry recolher a roupa suja. O meu irmão estava no duche, a cantar uma música que não consegui identificar. Acabei de encher a máquina e liguei-a.

Fui para o quarto e sentei-me à frente do computador. O Liam ainda não tinha chegado, então, comecei a fazer um trabalho da escola. A “Enchanted” da Taylor Swift começou a tocar e cantei ao ritmo da música, enquanto escrevinhava no meu caderno.

- All I can say is I was enchanted to meet you. – Cantei.

- Também eu...

Parei automaticamente de cantar, poisei o lápis e abri a janelinha do Liam. Lá estava ele, sentado à frente da câmara. Corei de imediato e sorri envergonhada.

- Estás aí à muito tempo? – Perguntei-lhe.

- Não te preocupes, só cheguei agora.

Continuei a escrever no caderno e conseguia ouvir ele a pressionar as teclas do teclado.
Alguém abriu a porta do meu quarto e apressei-me a ir ver quem. Era o Louis.

- O jantar está pronto. – Disse-me.

Abri a janela do Messenger para informar o Liam que iria jantar. De repente oiço o Louie a caminhar na minha direção, e, quando viu que estava numa chamada de vídeo com o Liam, olhou-me com um olhar meio tarado. Sentou-se numa das minhas pernas e gritou:

- LIAM!

O Liam olha em direção ao ecrã e grita pelo nome do Louis.

- Vou roubar-te a London por uns minutos.

- Força. – Disse ele a sorrir.

- Vou comer, volto já. – Disse espreitando ao lado do Louie.

O cozinheiro chefe de hoje levantou-se, finalmente, e foi chamar o meu irmão. Encontrámo-nos todos à mesa de jantar e servimo-nos. Estava delicioso. Sempre gostei dos cozinhados do Louis. No final o Harry ajudou o Louis a arrumar a cozinha e eu voltei para cima. Avisei o Liam que já tinha voltado e comecei a arrumar a minha mochila para o dia de amanhã. De seguida acabei o meu trabalho e arrumei o caderno na estante.

- Liam já te mandei desligar! Não achas que já ai estás à demasiado tempo? – Ouvi uma voz de mulher, no outro lado do meu ecrã.

- Já desligo mãe! – Disse o Liam. – London?

- Sim?

- Ouviste a minha mãe, não ouviste? – Perguntou a rir-se.

Acenei afirmativamente.

- Bem, até amanhã. Adoro-te.

- E eu a ti.

Desligou a câmara e vi que já se encontrava offline. Depois lembrei-me do que tínhamos combinado. Deitei-me na cama e pensei no assunto. Enterrei a minha cara na almofada e sorri. Voltei a deitar-me de barriga para cima, peguei no livro que se encontrava na minha mesinha de cabeceira e li uns quatro capítulos. Quando olhei para as horas no ecrã do meu telemóvel assustei-me, já era tarde. Desliguei o computador, desliguei a luz do quarto, e deitei-me de baixo dos lençóis. Custou-me um pouco a adormecer, mas quando o consegui fazer tive um sono sem interrupções até ao despertador tocar.


Continua
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AnneMarie
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 896
Disposta a ser BetaReader? : Sim.
O que pretendes ser? : escritor(a)
Data de inscrição : 10/08/2011
Idade : 22
Localização : Uma terra que ninguém conhece...

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Dom 8 Jul - 20:56

Como sempre gostei do capitulo.
A tua escrita é leve e eu gosto bastante disso.
Bem quanto aos rapazes eles que cantem uma música em condições.
E o Liam é um fofo, mas coitado ver o Harry nú a ele não lhe deve agradar Razz
O Louis é aquela coisa que também quando está com o Harry é de loucos, adoro.
E quero ver esse encontro Very Happy

____________________________________________________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://newbegining.blogs.sapo.pt
mariana'
escritores
escritores
avatar

Mensagens : 194
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 25/07/2011
Idade : 21
Localização : Somewhere

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Seg 9 Jul - 11:07

Spoiler:
 

Obrigado querida Very Happy
Tenho de pensar muito bem na parte da música.
O Louis e o Harry são aquela base para tudo! xD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AnneMarie
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 896
Disposta a ser BetaReader? : Sim.
O que pretendes ser? : escritor(a)
Data de inscrição : 10/08/2011
Idade : 22
Localização : Uma terra que ninguém conhece...

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Seg 9 Jul - 11:34

De nada!
Pensa muito bem e sim eles são um máximo Wink

____________________________________________________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://newbegining.blogs.sapo.pt
'abby♥
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 96
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 26/02/2011
Idade : 21
Localização : paradise

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Ter 10 Jul - 20:41

Gostei muitão deste cap, e como disse a AnneMarie quero também ver esse encontro ^.^
e vá, posta lá o próximo capítulo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
mariana'
escritores
escritores
avatar

Mensagens : 194
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 25/07/2011
Idade : 21
Localização : Somewhere

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Ter 10 Jul - 20:52

Obrigado Ana *-*
Já aqui está (;


8º Capitulo


Assim que acordei, tomei um duche demorado, vesti-me ( http://data.whicdn.com/images/31977539/tumblr_lz5aa8Shny1rnia9do1_500_large_large.png)e desci para a cozinha. Hoje encontrei algo fora do normal na cozinha, o Niall. Encaminhei-me até ao Louis, dei-lhe um beijo na face, limitei-me a despentear um pouco mais o meu irmão. Dei um beijo e um abraço ao Niall, enquanto ele se dirigia ao armário das bolachas. Pegou num pacote de bolachas de chocolate e pegou-me numa mão.

- Onde vais hoje? – E fez-me girar sobre mim própria. – Estás toda bonita.

É verdade, hoje esmerei-me! Ondulei um pouco o meu cabelo e ainda apliquei maquilhagem. Tinha escolhido as minhas roupas com cuidado e borrifado um pouco de um dos meus melhores perfumes.

- Vou almoçar com o Liam. – Disse enquanto corava.

O Niall e o Louis começaram a assobiar e a gritar “eeehhhh”. Mandei-os calar e olhei para o meu irmão. Continuava sentado na mesa, mas já não estava a comer, como o encontre quando entrei pela porta. Estava a olhar-me com um olhar ameaçador, como se me quisesse dizer “mais tarde, conversamos”! Odeio quando ele me olha assim, aqueles olhos parecem que me furam a pele. Já estou a imaginar a conversa que vou ter com ele daqui a bocado. Já não é a primeira vez que me vejo nesta situação. Há uns dois anos, um rapaz convidou-me para ir a uma festa, e, o Harry fez-me um interrogatório do género policial. Ainda foi ameaçar o rapaz que se me tratasse mal, havia de ter problemas com ele. O rapaz nunca mais falou comigo, coitado. Com o passar do tempo, o Harry aprendeu a controlar-se, mas sei que ele vai falar como Liam.

***

Quando chegámos à escola cumprimentei o Zayn e o Liam com um beijo na cara e sentei-me ao pé deles. A primeira aula foi biologia ao lado do Louis, a segunda foi literatura Inglesa, completamente sozinha, e, a última foi Química com o Zayn.

- Com que então, vais almoçar com o Liam. – Disse-me.

- Vou...

Desde que tivemos aquela conversa que não tenho falado com o Zayn sobre o Liam. É tão estranho quando isso acontece que prefiro evitá-lo.

- Fazem bem. – Concluiu ele.

Não fui capaz de dizer mais nada, nem de prestar atenção ao que o professor ia dizendo. Quando a campainha deu o sinal de saída, apressei-me a arrumar as coisas, disse um rápido “adeus” ao Zayn e saí. Encontrei o Louis e pedi que avisa-se o meu irmão que não sabia a que horas iria chegar a casa. Pelo que estou a prever vai ser cedo, estou a planear almoçar, falar um pouco com o Liam e depois voltar para casa.

Caminhei até à entrada da escola para me encontrar com o Liam e fomos a pé para o restaurante. Era perto da escola e já lá tinha entrado com a minha família algumas vezes. Na verdade era um local encantador, com um papel de parede acolhedor e mobília confortável, o dono era simpático e a comida era do melhor que há. Escolhemos uma das mesas ao pé da janela e o empregado veio anotar os nossos pedidos. Pedi uma salada mista com molho à parte, não tenho muita fome. Olhei discretamente para o Liam, mas ele já estava a olhar para mim. Sorri e voltei a olhar para a mesa.

- Aqui têm. Desejas mais alguma coisa London? – Perguntou o empregado. Já
o conhecia desde que vinha cá com a minha mãe.

- Não obrigado.

O Liam esperou que ele se afaste-se para iniciar uma conversa.

- Má escolha no restaurante?

- Não, é ótimo. Vinha cá com a minha família quando era pequena. Este sítio está cheio de recordações.

- Espero que fique outra. Uma boa recordação, quero dizer. – Disse num tom de voz mais parecido com um sussurro.

Corei, mas acabei por dizer “De certeza que vai”. A troca de palavras, durante o resto da refeição, foi escassa. No final ele pagou a conta e dirigimo-nos para rua.

- Vamos dar uma volta por aí? – Perguntou.

Não tenho como dizer “não”. Agarrei-me ao braço dele e começamos a percorrer as ruas movimentadas de Londres. Depois apanhámos um daqueles autocarros vermelhos sem a cobertura no segundo andar. E foi precisamente onde nos sentámos, no segundo andar. O vento fazia o meu cabelo voar, uma sensação engraçada. Saímos na última paragem e sabia precisamente onde íamos. London Eye. Quando saímos do autocarro eram quase quatro da tarde. Percorremos quase a cidade toda de autocarro, mas foi agradável. Ele ofereceu-se para me comprar um gelado, pedi uma bola de baunilha num copo. Fui comendo enquanto nos sentámos numa das cadeiras da roda gigante. Depois subimos um pouco para outras pessoas saírem e dar o lugar a outras. Estava a tentar comer o gelado, mas esta demasiado, bem, não sei explicar. Sabem quando estão a comer um gelado com uma daquelas colheres pequeninas e o gelado parece não querer sair? É isso o que me está a acontecer. Quando finalmente consegui o que queria, fiz tanta força que o gelado saiu disparado para a cara do Liam.

- Oh meu Deus, Liam, desculpa!- Disse apressadamente enquanto tirava um
lenço de papel da mala. – Já te limpo.

- Deixa lá, não é o fim do mundo. – Disse descontraidamente. – Mas ainda quero que me limpes.

Rimo-nos os dois. Depois ele chegou-se para mim para lhe poder limpar a face. Com cuidado fui passando o lenço na face dele, enquanto me sorria. Sorri-lhe de volta, e, reparei que já estávamos no cimo da roda. Ficámos a observar a paisagem durante um bocado.

- Isto aqui é lindo? Não achas? – Perguntei.

- Não podia ser mais perfeito. – Confessou-me.

Deitei a minha cabeça no ombro dele e esperei pela nossa vez de sair. Quando o fizemos fui deitar o copinho do gelado a um caixote e começámos a andar em direção a minha casa. Cerca de quinze minutos, num bom ritmo de caminhada.

Quando chegámos à minha porta, convidei-o para entrar. Os rapazes estavam todos na sala, quando digo todos, incluo o Niall e o Zayn.

- Mesmo a tempo maninha! – Disse o Harry. – Estávamos prestes a começar um jogo de cartas.

Fui para a sala com o Liam e sentámo-nos no sofá.

- Eu não jogo com ela! – Disse o Niall. – Já são demasiados anos a lavar os carros deles.

- Lavar carros? – Perguntou o Zayn.

- Aqui quem perde tem de lavar o carro, ou os carros, dos vencedores.

O Harry sempre jogou com o Louis e eu com o Niall. Como eu sou um zero à esquerda nos jogos das cartas, perdíamos sempre.

- Liam, jogas comigo? – Perguntou o Niall.

- Claro. – Disse ao levantar-se e a sentar-se no chão ao pé do meu melhor amigo.

Quer dizer que vou jogar com o Zayn. Ele levantou-se do seu lugar e veio na minha direção. Estou sentada no sofá de um único lugar, por isso ele vai ter de se sentar no braço do sofá, ou no chão. Quando chegou ao pé de mim, empurrou-me gentilmente para o lado e sentou-se no sofá também. Ele estava sentado contra as costas do sofá e eu estava sentada entre um dos braços do sofá e as pernas dele, um pouco mais à frente.

- Então vamos lavar carros, não é? – Perguntou sem desviar os olhos de mim.


Continua...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AnneMarie
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 896
Disposta a ser BetaReader? : Sim.
O que pretendes ser? : escritor(a)
Data de inscrição : 10/08/2011
Idade : 22
Localização : Uma terra que ninguém conhece...

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Qua 11 Jul - 20:46

Ah o Liam e London são tão queridos e tímidos*-*
Mas o Zayn, oh eu gosto tanto, mas tanto dele que nem imaginas...
Harry versão super protectora é a coisa mais hilariante que existe.
E adoro essa dos jogo de cartas Wink
Quero mais em breve sim?
Gostei

____________________________________________________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://newbegining.blogs.sapo.pt
mariana'
escritores
escritores
avatar

Mensagens : 194
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 25/07/2011
Idade : 21
Localização : Somewhere

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Qua 11 Jul - 20:48

AnneMarie escreveu:
Ah o Liam e London são tão queridos e tímidos*-*
Mas o Zayn, oh eu gosto tanto, mas tanto dele que nem imaginas...
Harry versão super protectora é a coisa mais hilariante que existe.
E adoro essa dos jogo de cartas Wink
Quero mais em breve sim?
Gostei

Obrigado minha querida *-*
Também gosto muito do Zayn :c
Em breve...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
'abby♥
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 96
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 26/02/2011
Idade : 21
Localização : paradise

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Qui 12 Jul - 13:43

quero mais, bitch *-* será pedir muito?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
mariana'
escritores
escritores
avatar

Mensagens : 194
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 25/07/2011
Idade : 21
Localização : Somewhere

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Qui 12 Jul - 14:26

Está aqui bichacha (;

*****


9º Capitulo


O jogo foi animado, com o Harry e o Louis a gritar a cada jogada que ganhavam. Houve um momento em que eu e o Zayn estivemos empatados com a equipa do Niall e do Liam, nesse momento, tive um bocadinho de esperança, talvez pudéssemos, não ganhar, mas, ficar em segundo lugar. No final a verdade veio ao de cima. Eu sou uma desgraça a jogar às cartas e mesmo que esteja a jogar com um profissional, perdemos. O Zayn riu-se. Não sei qual é a piada, ele também vai ter que lavar os carros, que por sinal, estão bem sujos.

-Então, quando começam? – Perguntou o meu irmão.

- Quanto mais rápido melhor! – Disse ao levantar-me. – Podemos começar agora?

O Zayn afirmou com a cabeça e levantou-se também. Informei-o que ia só trocar de roupa. Subi para ao meu quarto, poisei a mala em cima da cama, e vesti uns calções e uma camisola larga. Atei o cabelo no alto da cabeça, e, fui descalça. É um pouco estranho, mas sempre gostei de andar descalça sobre a água, e, aproveito todos os momentos. Desci, fui em direção à garagem, estiquei a mangueira, tirei tudo o que preciso para lavar os carros e meti o carro do Louis no caminho que dá acesso à garagem. Já tenho a carta, mas raramente preciso de conduzir, só quando tenho de ir sozinha a algum lugar, para além do mais, não tenho carro. O Zayn apareceu quando eu saía do carro, despiu o casaco e pendurou-o num cabide que há na garagem, também se descalçou e fez uma dobra nas calças. Se ele não fosse tão bonito diria que era algum tolo que ia cavar a terra.

- Como vamos fazer? – Perguntou-me.

- Lavamos primeiro o do Louis e depois o do Harry que é o que está mais sujo. Pode ser?

- Como queiras.

Comecei por passar água no carro e depois eu e o Zayn pegámos numa esponja embebida num produto para lavar carros e esfregámos em todo o lado quase durante meia hora, depois voltei a passar água. Finalmente, secámos com uma toalha, sim, porque lavar o carro lá por casa significa também aplicar um produto que deixa o carro a brilhar, e, para tal o carro tem de estar seco. Ao final de uma hora e pouco acabámos o carro do Louis e arrumei-o na garagem. Faltava o do Harry, o que iria levar mais tempo. Fizemos tudo igual e quando estávamos a esfregar o capô aparecem os rapazes.

- Vamos jogar futebol para aquele campo, tu sabes London. – Disse o Niall.

- Depois de lavarem o carro, apareçam lá. – Disse o Liam.

- Claro. – Respondeu o Zayn.

Fui buscar a mangueira e comecei a passar água no capô. Estou aborrecida e penso em iniciar uma conversa, mas, não arranjo nenhum tema minimamente interessante.

Decidi fazer uma maluquice. Não sei no que isto vai dar, mas espero que o Zayn não se chateie comigo! Apontei repentinamente a mangueira para ele ficando logo a pingar. Ele olha para mim espantado e eu soltei uma gargalhada bem alta. Ele mandou-me esponja toda ensopada e acertou-me na barriga. Quando tentei apanhar a esponja ele apoderou-se da mangueira e começou a molhar-me. Comecei a correr de um lado para o outro enquanto me ocupava a gritar e a pedir que ele parasse. Parecíamos duas crianças numa mera guerra de água. Peguei no balde que estávamos a usar para embeber as esponjas e despejei-lho pela cabeça a baixo. Ele queixou-se e gritou comigo por lhe ter destruído o penteado, olhou-se no espelho do carro e tentou voltar a meter o cabelo como estava há uns segundos atrás. Não teve sucesso como era de esperar. Roubei-lhe mangueira e fiz ainda pior, acabei por o molhar todo. Ele corria atrás de mim enquanto eu apontava a mangueira para ele. Um homem passou na rua e pensou em voz alta “esta juventude”. Ri-me e continuei a correr, a verdade é que já estava cansada. Parei no meio do relvado e apontei a mangueira para a cara do Zayn.

- Olha amor, que fofinhos! – Disse uma rapariga que passava na rua, agarrada ao braço, do que penso ser o namorado. Observei-os distraidamente enquanto caminhavam.

A rua está movimentada, é raro. Quando volto o meu olhar novamente para o Zayn, ele vêm a correr rapidamente na minha direção. Quando está apenas a um metro de mim tropeça na mangueira, e vêm a cambalear na minha direção, tentei desviar-me mas não fui a tempo. Ele veio contra mim, fazendo-me cair, ainda me tentou agarrar, mas acabou por cair em cima de mim. Estávamos apenas a uns centímetros. Ele retirou-me o cabelo dos olhos e prendeu-o atrás da minha orelha direita. Sorriu-me com aquele sorriso perfeito e fiz o mesmo. De repente tudo à minha volta deixou de existir. Não dava pelas pessoas na rua, nem pela mangueira a deitar água um pouco mais acima da minha cabeça. Os olhos dele eram a única coisa em que me concentrava. Eram grandes e castanhos, tinham um brilhozinho natural capaz de roubar o coração a alguém. Fiquei nervosa e corei. Ele riu-se deixando-me ainda mais nervosa.

- És tão perfeita... – Disse ele num sussurro. – Não sei como acredito que fazes parte da realidade em que vivo.

- Zayn... – Apenas consegui pronunciar o nome dele.

Os meus pensamentos estão desorganizados e penso em infinitas coisas ao mesmo tempo. Quero dizer-lhe tudo o que se passa da minha cabeça, mas não me atrevo a estragar aquele momento. A única coisa que eu queria naquele momento, era os lábios dele nos meus.

E, sem me avisar, ou dar indícios de tal, beijou-me.

Continua
Eu sei que este capitulo ficou MUITO pequeno, mas eu prometo que depois escrevo mais. Tinha mesmo de para ali, se é que me entendem...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AnneMarie
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 896
Disposta a ser BetaReader? : Sim.
O que pretendes ser? : escritor(a)
Data de inscrição : 10/08/2011
Idade : 22
Localização : Uma terra que ninguém conhece...

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Qui 12 Jul - 15:58

Eu entendo, entendo-.-
Oh meu deus és tão, mas tão má!
Sinceramente tinhas de parar na parte mais perfeita de todas.
Tipo eu já sabia que eles iam perder e que iam lavar carros, mas agora isto? :c
Por amor de deus quero mais, muito mais.
Oh aquele Zayn*-*

____________________________________________________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://newbegining.blogs.sapo.pt
mariana'
escritores
escritores
avatar

Mensagens : 194
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 25/07/2011
Idade : 21
Localização : Somewhere

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Qui 12 Jul - 16:00

AnneMarie escreveu:
Eu entendo, entendo-.-
Oh meu deus és tão, mas tão má!
Sinceramente tinhas de parar na parte mais perfeita de todas.
Tipo eu já sabia que eles iam perder e que iam lavar carros, mas agora isto? :c
Por amor de deus quero mais, muito mais.
Oh aquele Zayn*-*

Eu sei, eu sei. ihihih :3
Vou tratar de começar a escrever outro capitulo ainda hoje!
Team Zayn *-*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AnneMarie
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 896
Disposta a ser BetaReader? : Sim.
O que pretendes ser? : escritor(a)
Data de inscrição : 10/08/2011
Idade : 22
Localização : Uma terra que ninguém conhece...

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Qui 12 Jul - 16:03

Acho bem que o faças, senão tens aqui alguém que vai ficar muito zangada com a senhora mariana.
Oh yeah. all the way!

____________________________________________________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://newbegining.blogs.sapo.pt
mariana'
escritores
escritores
avatar

Mensagens : 194
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 25/07/2011
Idade : 21
Localização : Somewhere

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Sex 13 Jul - 22:07

Anne fofinha, este é para ti sim? Very Happy Não perguntes porquê, porque eu também não sei. Quando estava a rever o capitulo e o decidi postar, pensei " vou dedicá-lo à Anne!".
Espero que gostes (;

******


10º Capitulo


Quando os nossos lábios se separaram pela nossa necessidade de oxigénio ele sorriu-me. Haverá sorriso mais perfeito que aquele? Ele ajudou-me a levantar e foi desligar a mangueira. Continuámos a lavar o carro, já faltava pouco, era só passar o produto para dar brilho. Ambos pingávamos por todo o lado, e era engraçado ver o Zayn assim, todo molhado. Não conseguia pensar em nada, até que me lembrei do Liam. Formou-se uma enorme confusão na minha cabeça. Eu gosto do Liam, ou será do Zayn? Não, eu gosto do Liam! Ele é tão lindo e protetor e quando estou com ele o mundo deixa de girar. Mas o Zayn beijou-me, correção nós beijámo-nos, porque não fiz nada para que ele parasse. Na verdade eu desejava por aquele beijo. Mas e o Liam? Eu gosto dele. Apetecia-me bater com a cabeça na parede para que os pensamentos saíssem todos cá para fora. Porquê eu? Porquê eles?

- Zayn... – Comecei. Estava disposta a dizer-lhe como me sinto.

- Diz?

- O beijo. Eu acho melhor nós...

- Eu sei, vamos esquecer não é? Porque o Liam gosta de ti, e, de certeza que é correspondido. O teu lugar é com o menino bonito e estudioso que não comete erro nenhum.

- Zayn, por favor. Tenta esquecer.

- E se eu não quiser esquecer? Já pensaste nisso?

- Mas... – Fui interrompida por ele.

- Não há “mas”! Tenta pensar um bocadinho nos outros, para variar!

Neste momento a conversa já tinha descarrilado por completo. Ele já estava a gritar. Uma lágrima escorreu-me pela face, mas limpei-a rapidamente. Ele está nervoso, e, não é o que ele quer dizer! Não é? Gosto de pensar que sim. Neste momento só quero um abraço reconfortante do meu irmão.

O Zayn encaminhou-se para o cabide onde tinha o casaco e tirou do bolço um maço de cigarros. Não sabia que ele fumava, mas não fiz nenhum comentário. Não quero piorar a situação. Acabámos de lavar o carro, em silêncio e arrumei-o na garagem. Quando saí do carro, pude ver que ele estava a espremer a camisola, vestiu-a novamente, foi buscar o casaco e pegou nas sapatilhas. Dirigiu-se ao carro, mandou para o banco traseiro tudo o que trazia nas mãos, mandou a ponta do cigarro para o chão, entrou para o carro e foi embora sem se quer se despedir. Segui na direção da entrada, mas antes de entrar já as lágrimas rolavam pela minha cara a baixo. Corri para o andar de cima, mais propriamente para a minha casa de banho, despi-me e liguei a água quente. Olhei-me entretanto ao espelho e vi que já tinha os olhos vermelhos. Quando a temperatura da água me parecia boa, entrei e desejei que a água que escorria por mim levasse com ela o que se passou há uns minutos. Conforme o tempo passava e, eu debaixo do chuveiro, pior ficava, chorava agora incontrolavelmente devido às palavras que ele pronunciou. Atirou-mas à cara e não estava preparada para as ouvir. O que mais me custa é saber que ele pensa aquilo sobre mim. “Tenta pensar um bocadinho nos outros, para variar!”. Essas palavras ecoavam na minha cabeça sem parar. Será que é verdade? Serei demasiado egoísta e só pensarei em mim? Será que sou assim e que todos à minha volta são demasiado cegos para o ver? Ou serão mudos para não mo dizerem. A verdade dói bastante. Acho que andava a viver numa mentira então. Ninguém tinha coragem para mo dizer.

Ou será que não o sou? Aquilo saiu-lhe no momento de propósito para me magoar? Tenho esperança que sim, foi do momento. Quero o meu irmão a abraçar-me, não quero mais nada, só isso.

Saí da banheira, pior do que entrei, penso. Não choro, mas a vontade para tal é muita. “Não passas de uma choramingas London! Controla-te!”, pensei para mim. Não posso chorar, não por pessoas que não merecem. Sequei-me lentamente e vesti uns calções e uma camisola larga. Calcei uns chinelos e fui secar o meu cabelo para o grande espelho da casa de banho. No final, peguei na roupa molhada e coloquei-a na máquina de lavar. Voltei para o meu quarto, baixei um pouco a preciana, deixando apenas a luminosidade necessária para me movimentar sem problemas. Deitei-me na cama e agarrei-me à minha almofada. Quando dei por mim, tinha voltado a chorar, mas desta vez não consegui parar.

O meu telemóvel vibrou e deu o sinal de ter recebido uma mensagem. Peguei nele e abri-a. Era do Niall. “Onde estás? Era suposto, vires cá ter quando acabassem de lavar o carro. Já deu tempo de lavar uns 10!”. Respondi então. “Desculpa, mas não me apetece ir aí ter. Adoro-te”. Não respondeu e fiquei a olhar para o teto enquanto chorava mais um bocado. “Tenta pensar um bocadinho nos outros, para variar!”. Não vou conseguir esquecer essas palavras tão cedo.

Uma hora depois, ouvi os rapazes a entrar. Fizeram uma barulheira infernal, mas agradeci por ser só o meu irmão e o Louis. Ouvi-os a subir para este andar e depois a voz do Louis ecoou pela casa.

- LONDON?

- Estou no quarto.

Milagrosamente nenhum deles entrou no meu quarto de rompante. Não quero ninguém aqui comigo agora. Ainda quero o tal abraço do Harry, mas não neste momento. Depois consegui perceber que eles tinham ido tomar banho e ouvi alguém a passar para a lavandaria.

- Pequenita? – Disse o Louis a entrar para o meu quarto.

Não respondi e enterrei a cara na almofada. Controlava agora o choro. Tenho de ser forte à frente dele. Ele mandou-se para cima de mim, quase me esmagando.

- Louis agora não, por favor.

Ele deitou-se ao meu lado e perguntou.

- Que se passa?

- Nada, só quero estar sozinha.

Ele colocou um braço à minha volta, abraçou-me fortemente e deu-me um beijo no cimo da cabeça. De seguida saiu do quarto em silêncio, e, ouvi-o a falar com o Harry. Para minha surpresa ninguém entrou no quarto e deixei de os ouvir. Devem estar lá em baixo na televisão, ou estão no quarto.

O tempo passou lentamente, e, quando decidi levantar-me para ver as horas era perto da meia-noite. Apercebi-me que estava com fome e desci para a cozinha. Ao passar pela sala notei que o Harry estava a dormir no sofá com a televisão ligada. Continuei o meu caminho para a cozinha, abri o frigorífico e enchi um copo com leite depois tirei um pacote de bolachas e fui comer para a mesa. Devo ter feito barulho que o meu irmão apareceu na cozinha a espreguiçar-se. Sentou-se ao meu lado e iniciou a conversa que eu temia.

- Que é que aconteceu? O Lou disse que estavas a chorar ao bocado.

- Não foi nada, deixa estar.

- Se fosse nada, não estarias a chorar.

- Esquece Harry, é melhor para todos.

- Foi o Liam? – Perguntou enquanto me roubava uma bolacha.

- Não.

- Então foi o Zayn!

- Esquece a sério...

- London...

- Harold!

Ele desistiu e comeu a bolacha em silêncio. Levantei-me, poisei o copo no lava-loiça e deitei o pacote das bolachas para o lixo. Ele levantou-se depois de mim e seguiu-me. Peguei no comando da televisão a desliguei-a. Reparei que ele não continuou a andar e virei-me para ele. Ele envolveu-me nos seus braços. O abraço que eu tanto desejava. Comecei a chorar novamente e ele ia-me dizendo para ter calma. Não me conseguia acalmar e pedi-lhe que fosse dormir comigo, como acontecia quando eras mais novos e eu tinha pesadelos ou quando tinha medo do escuro. Adormeci ainda a chorar, mas tinha o meu doce irmão ao lado transmitindo-me segurança.

Tive um sonho estranho, na verdade era um pesadelo. Estava sozinha, completamente sozinha mas ouvia o Zayn a sussurrar-me, “Tenta pensar um bocadinho nos outros, para variar!”. Acordei de repente e gritei pelo nome do Harry.

- Tem calma, estou aqui. – Disse puxando-me para ele. Depois depositou um beijo na minha testa, e, voltei a adormecer envolvida pelo calor dele.

Continua
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AnneMarie
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 896
Disposta a ser BetaReader? : Sim.
O que pretendes ser? : escritor(a)
Data de inscrição : 10/08/2011
Idade : 22
Localização : Uma terra que ninguém conhece...

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Sex 13 Jul - 22:34

Oh és uma querida*-*
Obrigada por mo dedicares, a sério gostei muito que o tivesses feito!
Agora falando no capitulo, gostei muito como sempre, não me canso da tua escrita!
O Zayn é impulsivo po natureza não é? E ela bem, não sei, mas eu gosto tanto deles juntos*-*
E sinceramente não sei o que pensar quanto ao que o Zayn disse sobre ela, mas como é normal ela ficou de rastos.
O Harry e o Louis sempre uns queridos...
Quero mais em breve Smile

____________________________________________________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://newbegining.blogs.sapo.pt
mariana'
escritores
escritores
avatar

Mensagens : 194
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 25/07/2011
Idade : 21
Localização : Somewhere

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Sex 13 Jul - 22:44

AnneMarie escreveu:
Oh és uma querida*-*
Obrigada por mo dedicares, a sério gostei muito que o tivesses feito!
Agora falando no capitulo, gostei muito como sempre, não me canso da tua escrita!
O Zayn é impulsivo po natureza não é? E ela bem, não sei, mas eu gosto tanto deles juntos*-*
E sinceramente não sei o que pensar quanto ao que o Zayn disse sobre ela, mas como é normal ela ficou de rastos.
O Harry e o Louis sempre uns queridos...
Quero mais em breve Smile

De nada (;
Bem sabes como é. Dizer as coisas da boca para fora, toda a gente já o fez...
Eu, pelo menos, se alguém me dissesse algo parecido ficaria em baixo.
Tenho de o começar a escrever amanhã :b
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AnneMarie
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 896
Disposta a ser BetaReader? : Sim.
O que pretendes ser? : escritor(a)
Data de inscrição : 10/08/2011
Idade : 22
Localização : Uma terra que ninguém conhece...

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Sex 13 Jul - 22:47

Eu também ficaria, acredito que sim.
Ok sweet Wink Faz isso eu fico à espera!

____________________________________________________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://newbegining.blogs.sapo.pt
mariana'
escritores
escritores
avatar

Mensagens : 194
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 25/07/2011
Idade : 21
Localização : Somewhere

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Seg 16 Jul - 14:20

11º Capitulo


De manhã acordei com o meu irmão a ressonar ao meu lado. Ninguém é perfeito, não é o que dizem? Espreguicei-me, esticando assim todos os músculos do meu corpo o que me trouxe uma sensação de relaxamento.

- Bom dia. – Ouvi a voz rouca do meu irmão.

- Bom dia Harry. – Disse dando-lhe um beijo na bochecha.

Ficámos os dois em silêncio, a olhar para o teto. Depois lembrei-me do que tinha acontecido no dia anterior. Só de pensar que teria de ver a cara do Zayn deu-me um calafrio.

- Hoje não me apetece ir à escola. – Confessei.

- Nem a mim. Vamos ficar a dormir. – O meu irmão virou-se de barriga para baixo e fechou os olhos.

Fiz o mesmo na esperança de voltar a adormecer mas o Louis entrou pelo quarto a gritar como uma rapariga.

- HARRY! Não acredito que me estejas a trair! – Disse ele.

Ri-me e bati com a mão sobre a minha colcha. O Louis veio apressadamente ao nosso encontro e deitou-se em cima de mim e do Harry.

- Bom dia família! – E deu-me um beijo na testa e um beijo na bochecha do meu irmão.

- Ah Louis! Seu gay! – Disse o Harry enquanto limpava a zona onde o Louie o tinha beijado.

A única coisa que conseguia fazer era rir-me. Ri-me tanto que fiquei sem ar. Agarrei-me à minha barriga, que já doía de tanto rir e tentei acalmar-me, mas quando olhei de novo para o Harry, que continuava deitado, e, para o Louis que estava ao lado dele, comecei-me a rir novamente. Depois a única coisa que me lembro é de ver a mão do Louis e vir na minha direção e caí para o chão. Levantei-me, agora calma, e puxei-os para fora da cama. Quando saíram do meu quarto, tomei um duche rápido e vesti-me.http://data.whicdn.com/images/32711200/tumblr_m77vqlO0oA1r0mawxo1_500_large.jpg Peguei na minha mala e no meu telemóvel, desci para a cozinha, peguei num iogurte de beber e corri para a garagem. Estávamos atrasados. O Louis e o meu irmão já estavam dentro do carro à minha espera, e, assim que entrei não perdemos mais tempo. Quando chegámos à escola apressámo-nos a ir para as respetivas aulas. Para minha sorte a professora ainda não tinha entrado. Entrei e sentei-me numa das mesas do fundo. Não deu tempo para me encontrar com o Liam ou com o Zayn, e agradeci mentalmente por isso. A professora entrou e logo começou a dar a aula, entrega e correção de um testo que já tínhamos feito há duas semanas. Nunca entendo porque demoram tanto a corrigir os testes, nós temos apenas noventa minutos para os fazer, e, não me venham com a desculpa de terem várias turmas, porque nós, alunos, temos vários professores, também.

No final da aula, arrumei as minhas coisas e encaminhei-me para o bar. Quando apenas faltava um corredor para chegar ao meu destino alguém me abraçou por trás e me deu um beijo na cara. Quando me voltei vi que era o Liam e beijei-o na bochecha. Ele rodeou-me com o braço e fomos juntos para o bar. Seguimos para a nossa mesa habitual e sentámo-nos. Logo apareceu o Niall e o Harry, acho que tiveram aula juntos, o Louis e depois o Zayn.

- Que aconteceu ontem? – Perguntou-me o Liam. – Não apareceste.

- Fiquei cansada por ter de lavar os carros, desculpa.

- Não peças desculpa. Fica para a próxima. – Afirmou ele. – Então e tu?
Também ficaste cansado? – Dirigia-se agora para o Zayn.

- Fiquei mal disposto. – Foi a única coisa que respondeu.

Aquelas palavras voltaram a ecoar na minha cabeça. Olhei para ele, mas ele já estava a olhar-me, o resultado foi a troca de olhares que eu temia. Desviei o olhar rapidamente e perguntei ao Niall se queria ir comprar alguma coisa para comer. Já deveria saber que não era realmente necessário perguntar, já sabia a resposta. Fomos ao balcão do bar e pedi uma sandes mista com um sumo. A senhora logo me trouxe o que pedi e fiquei à espera que o Niall se despachasse. Quando voltámos para a mesa, comi em silêncio enquanto olhava pela janela. Era interessante, já vi de tudo do outro lado do vidro. Um casal feliz, o grupo das chefes de claque, a equipa de basquete, dois rapazes à luta e um solitário do clube de ciências. Nada mau para dez minutos de vida.

- Que se passa? – Perguntou o Liam.

- Nada. – Disse sem desviar o olhar da janela. Nesse momento acabei com a minha sandes e beberiquei mais um pouco do meu sumo.

- Nada? Devias tê-la ouvido a chorar à noite! O Harry até foi dormir com ela. – Disse o Louis.

Mandei-lhe uma canelada por baixo da mesa e toda a gente me ficou a olhar, inclusive o Zayn, ele deve saber bem qual a razão.

- Falei de mais, não foi? – Perguntou o Louis. Olhei-o com uma expressão séria, do género “ainda perguntas?”. – Desculpa.

- Estás desculpado.

Levantei-me e fui em direção do caixote do lixo, quando me preparava para voltar para a mesa, deu o sinal de entrada. Dirigi-me então à sala onde iria ter Biologia. Ainda não estava ninguém na sala mas entrei na mesma, logo de seguida entraram mais alguns alunos. Vi o Liam a entrar e veio sentar-se ao meu lado.

- Que se passou ontem? – Perguntou.

- Não quero falar nisso.

- Sabes que estou aqui sempre que precisares, não sabes?

- Sei, e agradeço-te por isso. Já fizeste muito por mim, mas a única coisa que
posso fazer agora é organizar de novo a minha cabeça e esquecer.

Não respondeu, também não havia muito a dizer. Nessa aula tivemos de dissecar um pobre de um ratinho. Como odeio aquilo! O Liam teve de fazer quase tudo, eu limitava-me a tirar os apontamentos. Tinha demasiada pena do animal para o esquartejar ali, sem misericórdia. Sim eu sei, já estava morto, mas simplesmente não consigo.

Almocei com o meu irmão e depois ocupei o resto da minha hora de almoço a jogar vólei com os rapazes.

***

As últimas semanas de aulas passaram rápido, com o bom tempo que está até me sinto mais alegre. Amanhã é o concurso de talentos e na sexta é o baile de finalistas. Ainda não decidi se vou, mas o Louis implora tanto que acho que sou obrigada a ir. Tínhamos combinado ir todos juntos, eu e os rapazes. Parece estranho, mas ninguém quer convidar outro alguém de fora do grupo.

Os rapazes decidiram que queriam cantar o “Torn” no concurso, fizeram umas pequenas alterações no sujeito da música e até já tinham ensaiado muito. Pelo que vejo há possibilidades de ganharem. Hoje vamos todos às compras, para arranjarmos uns conjuntos bonitos, para a atuação deles.
Depois de quinze minutos no centro comercial já queriam vir todos embora. Pedi tanto que eles ficassem e experimentassem mais roupas, até eu achar que tinha encontrado os conjuntos ideias, que eles cederam e ficaram por lá.
O resultado final (http://data.whicdn.com/images/32716603/126702745_large_large.jpg) foi melhor do que eu esperava. Não sou nenhuma guru da moda mas admito que eles estão muito bem. Fomos todos para a minha (minha e do meu irmão e do Louis) casa. Preparei um lanche e eles ensaiaram mais uma vez. No final bati palmas e disse-lhes que estiveram muito bem e que esperava que eles ganhassem. Acho que a este ponto, até eles estão entusiasmados com o concurso.

No dia seguinte tivemos apenas aulas de manhã, almoçamos no Nando’s, a pedido do Niall. Fizemos o ensaio geral no jardim traseiro lá de casa, e servi umas torradas. Depois, o Niall, o Zayn e o Liam foram para as suas casa, para se prepararem. O Louie e o Harry foram tomar banho enquanto eu engomava as roupas deles. Vestiram-se enquanto eu fiquei na sala a ver uma série qualquer. Quando os dois apareceram e deram uma volta para eu ver, quase que ia desfalecendo. Eles estão lindos de morrer. Ajeitei o cabelo do meu irmão, peguei na mala e voltámos para a escola, mais propriamente para o auditório. Encontrámo-nos com os rapazes. Estavam nervosos, o Niall andava de um lado para o outro, o Zayn só se olhava ao espelho, o Liam estava a murmurar a letra da música enquanto o meu irmão e o Louis estavam numa sessão de elogios gays.

Sentei-me na segunda fila sozinha, porque os concorrentes tinham de estar nos bastidores a aguarda a sua vez. Houve quatro atuações antes dos rapazes.

- E agora os One Direction! – Anunciou a diretora ao microfone.

Levantei-me e aplaudi, ouvi um monte de raparigas a gritar até eles estarem todos em palco. Parece que já são famosos e tudo! Vi o Niall a percorrer a plateia com os olhos e quando os seus olhos pararam nos meus pude notar que ele estava prestes a correr para fora do palco. Sorri-lhe e obtive um sorriso de resposta. O instrumental começou e a voz do Liam saiu disparada pelas colunas.

No final, aplaudi como se não houvesse amanhã e gritei por eles. Houve mais duas atuações, a rapariga do sapateado e o tal do violino. De seguida a diretora subiu a o palco com três envelopes. Todos os que participaram juntaram-se no palco, os meus olhos não se desviaram dos rapazes e fiz figas para que eles ganhassem.

- Ora bem, em terceiro lugar... – Abriu o envelope. – Alex! – O rapaz do violino.

Aplaudi e uma rapariga entregou-lhe uma medalha. Depois anunciou o segundo lugar que foi ocupado pelas raparigas da claque. Receberam uma medalha, também. Estava na hora de anunciar o primeiro lugar. Cruzei os dedos e olhei seriamente para o envelope que a diretora estava a abrir.

- ONE DIRECTION! – Gritou ela.

Contina
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
'abby♥
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 96
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 26/02/2011
Idade : 21
Localização : paradise

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Sex 20 Jul - 15:21

Oin, a fic está cada vez melhor

Posta mais baby Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AnneMarie
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 896
Disposta a ser BetaReader? : Sim.
O que pretendes ser? : escritor(a)
Data de inscrição : 10/08/2011
Idade : 22
Localização : Uma terra que ninguém conhece...

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Sex 20 Jul - 16:11

Oh não acredito que ainda não tinha vindo comentar Surprised Desculpa
Mas pronto eu adorei o capitulo como sempre*-*
E adorei as roupas deles e como era óbvio eles ganharam hihi.
Continua*-*

____________________________________________________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://newbegining.blogs.sapo.pt
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
If we could only turn back time
Voltar ao Topo 
Página 2 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Back In Black - v1
» Can't hold it back anymore 1.0
» GM/ABC - 2001
» Animes que gostaria que criassem
» [Clã]Battlefield 3 PS3

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fanfiction Portugal :: One Direction-
Ir para: