Fanfiction Portugal
Todos os dias vemos o fórum crescer, mais uma pessoa a revelar os seus desejos mais íntimos nas suas frases.
Já sabes, não vais querer sair!
Para ajudares o fórum a continuar a crescer, mete gosto: https://facebook.com/fanfictionpt


Fórum fanfictionpt não é apenas um fórum, é O fórum de fanfics. É especialmente para as pessoas que gostam de escrever ou simplesmente ler. Mas aviso-te, quando te registares... não há volta a dar, não vais querer sair!
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Últimos assuntos
» Visual de Março
Qui 28 Ago - 10:55 por Patrícia B. ❃

» bonjour, ça va?
Qui 28 Ago - 10:52 por Patrícia B. ❃

» Escritor do mês de Abril
Seg 14 Abr - 0:15 por Andarilho

» Oi povo!
Qui 10 Abr - 20:41 por Mariana

» Sugestão para botões
Qui 10 Abr - 20:36 por Mariana

» Fernando Anitelli - Sintaxe à Vontade
Qua 9 Abr - 13:13 por Andarilho

» Momento Musical
Seg 7 Abr - 14:28 por Mariana

» Olá gente!
Seg 7 Abr - 9:39 por Mariana

» Parabéns Lilyh <3
Dom 6 Abr - 23:04 por Principiesa

Histórias em andamento:
Justin Bieber:
One Direction:
Originais:
Crossfics:
A Força d'um Amor (+18) 

Se a tua história não estiver aqui manda uma mp à administração.
Novo nos fóruns?

És novo/a por aqui?
Clica neste link.

Afiliados
 

Para fazeres parceria com o nosso fórum, manda mp à administração.

Compartilhe | 
 

 If we could only turn back time

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
mariana'
escritores
escritores
avatar

Mensagens : 194
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 25/07/2011
Idade : 22
Localização : Somewhere

MensagemAssunto: If we could only turn back time   Sex 22 Jun - 13:45

Relembrando a primeira mensagem :

If we could only turn back time





If we could only turn back time
You know I'll be
Your life, your voice your reason to be
My love, my heart
Is breathing for this
Moment in time
I'll find the words to say
Before you leave me today

Géneros: Romance; Drama
Avisos: Linguagem imprópria


Última edição por mariana' em Sex 22 Jun - 19:17, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário

AutorMensagem
AnneMarie
Admin
Admin


Mensagens : 896
Data de inscrição : 10/08/2011

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Sex 20 Jul - 16:11

Oh não acredito que ainda não tinha vindo comentar Surprised Desculpa
Mas pronto eu adorei o capitulo como sempre*-*
E adorei as roupas deles e como era óbvio eles ganharam hihi.
Continua*-*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://newbegining.blogs.sapo.pt
mariana'
escritores
escritores
avatar

Mensagens : 194
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 25/07/2011
Idade : 22
Localização : Somewhere

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Sex 20 Jul - 17:45

Obrigado às duas *-*

12º Capitulo

Quando a diretora anunciou que os rapazes eram os vencedores festejei mais que todo o auditório junto. Gritei, pulei, chorei e aplaudi bastante. De seguida duas raparigas entregaram-lhes um troféu que eles levantaram no ar. Deia volta ao auditório a correr e entrei para os bastidores, corri até ao encontro deles e saltei para os braços do meu irmão.

- Eu disse que iam ganhar, eu disse! – Afirmei enquanto o abraçava.

Depois abracei o Louis, o Liam, o Niall e o Zayn. Custou-me um pouco a abraça-lo, mas a banda não seria a mesma sem ele. Ou são os cinco, ou não são nada. No final fomos comemorar a um bar, pedi Malibu, uma das únicas bebidas alcoólicas que bebo.

Era perto das cinco horas quando saímos do bar e cada um se dirigiu à sua casa. O Harry trouxe o troféu para casa e colocou-o no armário da entrada, à vista de todos, afinal merecia ser exibido, foi uma conquista espantosa.

Poisei os meus pertences em cima da cama, descalcei-me e fui para a sala, na esperança que tivesse a dar alguma coisa interessante na televisão. Sentei-me no sofá e percorri quase todos os canais que temos disponíveis. Nem uma única coisa de jeito! Só filmes de guerra, coisa que odeio. Sou uma pessoa muito calma para esse tipo de filmes. Acho que as pessoas se irritam com a minha calma. Uma vez ia a andar calmamente pelo supermercado e um homem veio contra mim com um carrinho das compras, depois começou a gritar comigo por andar demasiado devagar e que ele estava com pressa. Pedi desculpa e deixei o homem a barafustar no meio do corredor das massas.

Levantei-me, fui ao meu quarto buscar o meu ipod, os meus óculos de sol e fui para o jardim das traseiras. Estava a passar uma brisa fresca e relaxante. Deitei-me no meio do relvado, coloquei os fones e entrei num mundo só meu, onde, agora, ninguém entra, até tirar os fones. Quanta mais música ouvia, mais pensava no Zayn e no que ele tinha feito. Acho que nunca o vou conseguir perdoar. Eu falo-lhe, temos conversas decentes, às vezes, mas nunca será como antes, nunca. Fechei os olhos e deixei-me levar pelo ritmo da música.

Passado um tempo cai-me qualquer coisa em cima. Peguei e vi que era um pano de cozinha, olhei para a porta e tirei um fone.

- O jantar está pronto.

O tempo voou! Entrei, poisei o ipod e os óculos na bancada e sentei-me à mesa com os rapazes. Macarrão com queijo, uma das únicas coisas que o Harry sabe cozinhar decentemente.

- Já foram comprar as coisas para o baile? – Perguntei.

- Não. – Responderam em uníssono.

- Temos os fatos do baile de boas vindas. – Afirmou o Harry.

- Mas não é a mesma coisa. – Disse-lhes.

- Mudamos umas coisinhas, e parece novo! – Disse o Louie. – E tu já
compras-te o vestido?

- Vou amanhã à tarde. Se quiserem vir...

- NÃO!

- Ok.

Acabei o meu jantar em silêncio, arrumei a cozinha e fui trocar de roupa. Depois liguei o computador. Conversei com algumas pessoas que considerava amigas. Não são como os rapazes, tenho dúvidas se quando precisasse, alguma delas lá estaria, mas falo com elas no dia-a-dia. Uma dela, uma rapariga da minha aula de matemática, estava obcecada com o vestido que comprou e não parava de falar sobre o baile e que ia com o namorado, e coisas assim. Respondia-lhe que sim a tudo e fiz-me de interessada na conversa, mas na verdade não estava. Quando arranjei uma desculpa razoável para sair, despedi-me dela e desliguei o mail. De seguida, decidi fazer uma coisa que já não fazia há um tempo, jogar playstation com o Louis. Não conseguia parar de rir de tantas as vezes que fazia porcaria no jogo. Pelos visto não faço o que estou a fazer vezes suficientes.

Por volta de meia-noite, decidi deitar-me. Desejei uma boa noite ao Louis e foi para o meu quarto, deitei-me na cama, tapei-me apenas com o lençol e adormeci a pensar que não sabia a mínima ideia de como seria o meu vestido para sexta.

***

- Mãe, tenho uma emergência. – Disse enquanto ligava para a minha mãe.

- De que tipo?

- Uma de moda.

Ela riu-se e disse que vinha ter aqui a casa daqui a dez minutos.

As aulas tinham oficialmente acabado. Já sou finalista e nunca mais vou ter de me sentar numa mesa à frente de um professor, espero. Amanhã, sexta-feira, durante a manhã, haverá uma festa para os finalistas, depois à tarde não há nada e a partir das sete da noite é o baile.

A minha mãe chegou, peguei na minha mala, disse aos rapazes que ia às compras e fui ter com a minha mãe ao carro. Entrei, sentei-me dei-lhe um beijo e meti o cinto de segurança. Fomos em direção ao centro comercial. Mal entrei pude ver umas raparigas, também finalistas, com sacos na mao. Riam alto e iam felizes. Suponho que comprar o vestido do baile se faça com as melhores amigas, mas como na verdade nunca tive uma, essa tarefa será realizada com a minha mãe.

Entrámos para a primeira loja, fartei-me de experimentar vestidos, mas nenhum me assentava bem. Passámos à segunda loja, mas não tivemos êxito. Subimos para o andar seguinte e decidi entrar numa loja, onde nunca tinha entrado. Nunca tinha reparado nela, por ser tão pequena e por estar situado num canto. Aliás, se não fosse a minha mãe, teria passado sem olhar para lá, como sempre. Era pequena, mas a quantidade de vestidos que continha era enorme, como era de esperar estava tudo amontoado e juntinho como uma lata de sardinhas. http://data.whicdn.com/images/29513040/tumblr_m4mao4kgoD1rth5xxo1_500_large.jpg

Peguei em cerca de sete vestidos e fui para um dos três provadores. Em primeiro experimentei os compridos, mas segundo a minha mãe faziam ficar mais baixa, e como não sou muito alta, estão fora de questão. Então três dos vestidos voltaram ao cabide. Experimentei o primeiro dos curtos, era branco com detalhem em prateado, mas ficava-me demasiado curto, se me baixasse de certeza que se iria ver o meu traseiro. Dei-o à dona da loja, que o voltou a pendurar. Depois experimentei um todo preto. Abri a cortina e mostrei à minha mãe.

- Parece que vais a um funeral!

Fechei a cortina e o vestido voltou ao devido sítio. Depois experimentei um que me ficava demasiado grande e não havia o tamanho inferior. Voltei a dá-lo a senhora e experimentei o próximo, que me ficava demasiado justo e não gostei dele. Sentei-me desanimada no banco ao lado da minha mãe e suspirei. Acho mesmo que não vou encontrar um vestido para o baile, e o que levei ao baile de boas vindas ficou arruinado porque algum esperto foi contra mim, derramando vinho no vestido, que por sinal era branco.

- Posso dar-lhe um vestido para experimentar? Acho que ficará muito bem. –
Disse-me a senhora, que deve rondar a casa dos quarenta.

- Sim claro. Estou disposta a experimentar qualquer coisa.

A senhora dirigiu-se a um dos cabides do fundo da loja e pegou num vestido. A cor chamou-me logo à atenção, era linda. Depois de o vestir olhei-me ao espelho. Abri a cortina e a minha mãe abriu a boca de espanto.

- É lindo! – Disse-me.

Sorri e acho que já encontrei o vestido perfeito para o baile. (http://data.whicdn.com/images/27953153/62R68BCOR_large_large.jpg)Paguei o vestido, a senhora até fez um desconto, agradeci e saí. Depois entrámos numa loja de sapatos. Acabei por comprar uns sapatos claros.(http://data.whicdn.com/images/32897047/tumblr_m7clxsuLUt1rpkbdjo1_500_large.jpg) Tenho receio que sejam demasiado altos e que dê um grande trambolhão quando estiver a dançar. Comprei os acessórios numa loja própria, assim como uma malinha. No final a minha mãe disse que tinha de ir à casa de banho. Sentei-me num banco, e espreitei para o saco do vestido. Nunca me senti tão feliz por ter comprado uma peça de roupa.

- Olá princesa. – Disse alguém a sentar-se ao meu lado.

Apanhei um grande susto, até dei um salto e deixei cair o saco no chão.

- Liam, queres matar-me? – Disse ainda a tentar controlar a minha
respiração.

- Desculpa.

Depois reparei que o Zayn estava um bocado mais atrás com um saco também, depois reparei no saco do Liam. Acenei ao Zayn e ele piscou-me o
olho.

- Então vieste comprar o vestido? – Perguntou-me o Liam.

- Sim, e, vocês?

- Comprar os fatos. – E fez uma cara de aborrecimento.

Sorri-lhe e reparei que a minha mãe se aproximava. Apresentei-os um ao outro e dei um beijo na face de despedia ao Liam. Acenei novamente ao Zayn e ele sorriu-me. Dava para ver que era um sorriso forçado, mas é melhor que nada. Melhor do que se estivesse pávido e sereno. Mais uma vez pensei que nada será como antes.

Continua
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
'abby♥
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 96
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 26/02/2011
Idade : 22
Localização : paradise

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Dom 22 Jul - 21:50

já que o próximo capítulo vai ser foda e eu estou super curiosa para lê-lo...
adorei este, e quero o próximo imediatamente!
p.s.: obrigada pela ajudinha, fy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
mariana'
escritores
escritores
avatar

Mensagens : 194
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 25/07/2011
Idade : 22
Localização : Somewhere

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Dom 22 Jul - 22:07

Mas é que claro que estás bichacha *o*
p.s.: De nada *-*

13º Capitulo


Acordei com o despertador, que logo desliguei. Sentei-me na cama e espreguicei-me. Hoje senti-a uma energia matinal fora do habitual, e decidi aproveitá-la. Depois de fazer a minha higiene matinal e depois de me vestir (http://data.whicdn.com/images/33086508/cool-fashion-girl-style-Favim_large.jpg), fui para a cozinha preparar um pequeno-almoço em grande. Fiz ovos mexidos, torradas, panquecas e chá. Os americanos costumam começar o dia com café, nós é com chá. Claro que quem gostou muito do meu pequeno-almoço, digno de um rei, foram os rapazes, fartaram-se de comer e não paravam de dizer para ligar ao Niall. Acabei por ligar, cinco minutos depois ele chegou e devorou toda a comida que restava em cima da mesa. Hoje não nos tínhamos de preocupar com os horários, a festa provavelmente já começou, mas cada um pode aparecer às horas que quiser. Depois de arrumar a cozinha, fomos para a escola. Não havia ninguém à espera no portão como nos outros dias. Encaminhamo-nos para o pavilhão multiusos, onde estava a decorrer a diversão toda.

- London! – Ouvi alguém a chamar-me.

Percorri a face dos outros alunos até encontrar quem me chamava. Encontrei o Liam que me acenava freneticamente. Sorri-lhe e comecei a caminhar até ele. Perdi de vista o Niall e o Harry. O Louis estava a falar com uma rapariga junto à entrada.

- Bom-dia. – Disse dando-lhe um beijo na bochecha.

- Já viste por aí o Zayn? Ele ontem estava meio esquisito.

- Cheguei agora mesmo. Não sei de nada.

Detesto mentir, especialmente com quem realmente me importo. Conversámos um pouco até que ele me convidou para ir dançar. Encontrei o Harry no meio da multidão, também a dançar e acabámos os três a dançar e a rir. Quando senti que já não podia mexer mais as pernas, deixei os rapazes a dançar e fui-me sentar. Encontrei o Zayn. Ele estava com um aspeto estranho e não parava de bocejar.

- Então? Não vais dançar?- Perguntei.

- Não.

Quando levantou a cabeça e me olhou, reparei nas olheiras dele.

- Credo, que é que aconteceu para não dormires? Tens olheiras do tamanho do mundo!

- Fiquei a noite toda a revirar-me na cama porque só pensava numa coisa. E cheguei à conclusão que sou um grande estúpido.

- Não digas isso! Não és. – Disse-lhe. Estava a ser sincera. – Mas se quiseres falar sobre essa coisa que andaste a pensar, podes contar comigo.

Ele olhou-me nos olhos e não consegui desviar os meus. Os olhos dele são como um grande buraco negro capaz de absorver a atenção das outras pessoas. Depois têm aquele brilho no cantinho que eu adoro.
Ele estava preste a falar quando o Liam se sentou entre nós, interrompendo assim, a nossa troca de olhares.

- Então, já te fartas-te? – Perguntei.

- Tenho de me poupar para logo à noite. – Respondeu-me.

O Louis aproximou-se de nós e como não havia mais lugares disponíveis no banco, deitou-se sobre as nossas pernas.

- Então do que estavam a falar? – Perguntou o recém-chegado.

- Nada. – Disse o Zayn levantando-se bruscamente, atirando o Louis para o chão. Vi-o a sair do pavilhão. Ajudei o Louis a levantar-se enquanto ele se queixava do traseiro.

- Estás ótimo! – Disse enquanto a minha mão foi ao encontro do traseiro dele.

O Liam riu-se e o Louis continuou a esfregar-se por cima das calças. Decidi ir comprar um bilhete para um sorteio de uma tarde num spa da zona para duas pessoas. Vinha mesmo a calhar uma massagem hoje à tarde. Depois fui comer qualquer coisa e peguei num copo de sumo. Fui bebendo enquanto procurava os rapazes. Estavam todos reunidos a um dos cantos. Juntei-me à conversa, e, ia-me movendo lentamente ao ritmo da música que estava a tocar.

- Peço a vossa atenção para a anunciação do bilhete sorteado para a tarde num spa.

A rapariga meteu a mão dentro de uma taça de vidro e tirou um papelinho. Abriu-o e leu o meu nome ao microfone. Toda a gente olhou para mim e fui buscar o pass para o spa. Guardei-os na minha mala e comecei a pensar quem levaria comigo hoje à tarde.

Quando estávamos no carro a caminho de casa, perguntei ao Harry se queria vir, respondeu que não, assim como o Louis. Depois decidi ligar ao Niall. Implorei tanto que ele aceitou, mas teríamos de ir ao Nando’s lanchar, e tinha de ser eu a pagar. Aceitei a proposta. Depois de almoço ele iria-me buscar a casa.

Ao almoço comemos pizza e logo de seguida apareceu o Niall. Não estava muito feliz com a ideia, mas ao menos tenho companhia. Mal entrámos no spa, fomos recebidos por duas mulheres na casa dos vinte. Entregaram-nos dois roupões e fomo-nos trocar para vestuários, separados obviamente. Depois encaminharam-nos para uma sala onde nos iriam tratar as unhas. De seguida levaram-nos para a sala das massagens.

- É estranho estar assim aqui contigo, é que estamos praticamente nus! – Disse-me o Niall.

É verdade, estamos nus, mas temos umas toalhas a taparem-nos. As raparigas continuavam as massagens, como se estivessem em modo automático. O Niall soltou um gemido de prazer quando a rapariga lhe carregou num determinado sítio nas costas. Ri-me dele e relaxei. Serviram-nos o lanche, tivemos de pedir a uma das raparigas para ir ao Nando’s que é na rua a seguir. Depois do lanche fomos à secção onde nos tratariam do cabelo. Cortaram as pontas ao Niall e fizeram-lhe um penteado para o baile. A mim, também me cortaram as pontas, depois fizeram-me um penteado(http://data.whicdn.com/images/32454559/541412_331789203571906_798422812_n_large.jpg), tal como eu tinha pedido. Agradecemos gentilmente e fomos para casa, estava na hora de nos prepararmos.

Mal o Niall me deixou à porta de casa fui tomar um duche, tive imenso cuidado para não molhar o cabelo, não queria arruinar uma obra de arte como aquelas. Depois vesti a minha roupa interior e uma camisola que nem sabia que tinha, chegava-me quase aos joelhos e acho que era do Harry, não sei bem porque é que estava no meio da minha roupa. Fiz a minha maquilhagem cuidadosamente, utilizei especialmente tons claros. Desci até à cozinha e servi-me de um copo de chá gelado. O meu irmão entrou na cozinha.

- Eu andava à procura dessa camisola!

- Estava no meio da minha roupa não sei a fazer o quê. Depois de a lavar devolvo-ta.

Ele pegou o que queria, mas antes de sair disse “Gosto do cabelo”. São raras as vezes que o Harry me elogia, por isso sorri. Meti o copo no lava-loiça e subi novamente. Vesti o vestido e arrumei o meu telemóvel na mala, assim como algum dinheiro. Depois calcei os sapatos e andei de um lado para o outro para me certificar que não me aleijavam de modo algum. Como conseguia andar na perfeição, desci. A meio das escadas ouvi o Louis. “Uau!”, foi a única coisa que ele disse. Quando os olhei o Harry estava com a mão à frente dos olhos do Louie.

- Tu nem te atrevas a olhar para a minha irmã assim! – Disse-lhe o Harry.

Ri-me dos dois e decidimos que tínhamos de tirar uma fotografia. Uma fotografia um pouco fora do normal. Bem, nós também não somos muito normais. As fotografias tiradas antes do baile são aquelas ao lado da lareira com o respetivo par e com um sorriso forçado. A nossa ficou bem engraçada. O Harry estava a pegar ao Louis enquanto eu lhe segurava nas pernas, isto tudo enquanto o Louis fazia uma cara engraçada, parecia um porco! O resultado final, foi uma foto em que estávamos todos com uma cara de meter medo ao próprio susto. Quando a vimos, rimo-nos. Depois olhamos para o relógio da cozinha, e fomos para o baile.

Os rapazes(http://data.whicdn.com/images/30236188/601493_484191838264929_279961420_n_large.jpg) estavam todos lindos e pareciam uns príncipes. De certeza que vão todas invejar-me, todas gostariam de estar no meu lugar. Prontos agora fui um pouco convencida, mas, é a realidade, quer a queiram ver ou não. Entrámos e fiquei maravilhada. Do teto pendiam estrelas de metal com iluminação interior. Havia uma fonte no meio da pista, a mesa de mistura estava a um canto e no canto oposto a mesa do ponche. Tirámos algumas fotos antes de entrarmos. Depois fomos para a pista de dança. A meio decidi ir buscar ponche, fui para um canto e bebi calmamente enquanto via os outros a divertirem-se.

- London, podemos falar?

- Claro Zayn.

Fomos para fora do recinto do baile, onde estava mais calmo. Estava a começar de arrefecer, mas não estava frio.

- Estás bonita. – Disse ele, sem me olhar.

- Obrigada. Tu também.

- Hum... eu queria-me desculpar por tudo o que tem acontecido. – Começou.
– Quer dizer, desde que aconteceu o que aconteceu nunca mais fomos o que éramos antes.

- Pois nós dávamo-nos tão bem, depois foi tudo por água abaixo. Tens sido um idiota.

- Eu sei... Então, desculpas-me?

- Sempre. – Disse enquanto o rodei com os meus braços.

O abraço foi correspondido, agarrei-me ao braço dele e puxei-o para dentro. Deitei o copo do ponche para o lixo e fomos ter com os rapazes. Estávamos todos a dançar, e a rir das danças esquisitas do tonto do Louis quando o DJ anunciou:

- Agarrem-se bem aos vossos pares. Esta música é dedicada a todos os apaixonados por aí.

Começou a tocar o “Transatlanticism”. Eu amo esta música, não há nada mais perfeito que uma dança com esta música a tocar no fundo. Os finalistas começaram-se a juntar aos pares.

- Harry, não te apetece ponche? Claro que apetece, anda. – Disse o Louis, praticamente arrastando o Harry dali.

Já percebi o joguinho que estão ali a fazer. Mais tarde hei de ter uma conversinha com o menino Louis!

- Zayn, anda. – Disse o Niall, dando um toque no ombro do Zayn.

Este estava num estado de transe, no que estará a pensar? Depois como se tivesse acordado de um sono profundo, encolheu os ombros e seguiu o meu melhor amigo.

O Liam encarava-me, e vi os últimos dois a afastarem-se cada vez mais. O Liam veio até mim, colocou-me as mãos na cintura, e eu, sem pensar duas vezes aproximei-me dele e rodei o pescoço como os meus braços. Começamos a rodar lentamente ao som da música. Aproximei-me e encostei a minha cabeça ao ombro dele. Conseguia sentir a sua respiração no meu pescoço e arrepiei-me. Apertei-o numa espécie de abraço, e ele fez-me o mesmo. Eramos como duas lapas coladas uma à outra. Era como se nunca tivéssemos estado separados. Sentia-me bem ali, assim com ele. Aquela noite estava a ser perfeita. Estava feliz, o Zayn desculpou-se, e, finalmente estou completamente a sós com o Liam. Naquele momento, só lá estávamos nós, as pessoas que nos rodearam simplesmente desapareceram. Fechei os olhos e deixei-me levar.

Num dos versos em que o cantor diz “So come on”, afastámo-nos um pouco e ficámos a olhar nos olhos um do outro. Aqueles olhos perfeitos, e quando sorriu, percebi como ele era maravilhoso. “ Come on”, ouviu-se pela sala.

Foi aí que os nossos lábios se selaram num longo beijo.

Continua

Música: https://www.youtube.com/watch?v=a1KSQn9V5EM
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AnneMarie
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 896
Disposta a ser BetaReader? : Sim.
O que pretendes ser? : escritor(a)
Data de inscrição : 10/08/2011
Idade : 23
Localização : Uma terra que ninguém conhece...

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Dom 22 Jul - 22:27

Ok não acredito qe não cheguei a comentar o outro capiutlo-.-
Desculpa.
Mas adorei completamente está tudo tão perfeito, ahaha.
Mas bem eu sou Team Zayn, toca a satisfazer o meu desejo deixas lá o Liam.
Mais sim?

____________________________________________________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://newbegining.blogs.sapo.pt
mariana'
escritores
escritores
avatar

Mensagens : 194
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 25/07/2011
Idade : 22
Localização : Somewhere

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Dom 22 Jul - 22:30

Não faz mal querida :b
Obrigado, ahahah xD
Vou começar amanhã a escrever o próximo!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AnneMarie
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 896
Disposta a ser BetaReader? : Sim.
O que pretendes ser? : escritor(a)
Data de inscrição : 10/08/2011
Idade : 23
Localização : Uma terra que ninguém conhece...

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Dom 22 Jul - 22:44

Faz isso faz! Wink
Eu entretanto fico à espera

____________________________________________________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://newbegining.blogs.sapo.pt
mariana'
escritores
escritores
avatar

Mensagens : 194
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 25/07/2011
Idade : 22
Localização : Somewhere

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Ter 24 Jul - 22:26

14º Capitulo


Passava da meia-noite quando abandonei o recinto do baile, os meus dedos encontravam-se entrelaçados aos do Liam e sabia maravilhosamente bem. Já tinha avisado o meu irmão que iria embora mais cedo. O Liam abriu-me a porta do carro, um autentico cavalheiro. Sentei-me no banco do passageiro e ele fechou a porta, depois deu a volta ao carro, a correr, e entrou para o meu lado. Sorriu-me e sorri-lhe também. Segundos depois estávamos na estrada. Pela direção que estamos a tomar, sei perfeitamente para onde ele me leva. Estacionou no parque de estacionamento, praticamente vazio e passamos por baixo do arco da entrada do St. James Park.

- Estes sapatos estão a matar-me! – Disse enquanto caminhávamos. Decidi descalçar-me e continuei a andar. Depois notei que o Liam tinha ficado para trás. Quando olhei, vinha a correr na minha direção com os ténis numa das mãos.

- Toma. –Disse dando-me os ténis e pegando nos meus sapatos.

- Não é preciso Liam.

- Por favor. – Disse quase como um suplico para que calçasse as sapatilhas dele.

Peguei-os, então, e enfiei os meus pés dentro dos ténis incrivelmente brancos e grandes. Apertei os cordões o mais que pude, na esperança de não perder nenhum exemplar pelo caminho. No final dessa tarefa ergui-me e entrelacei os meus dedos, nos dele.

- Sabias que és perfeita? – Perguntou-me.

- Não o sou. – Disse-lhe a verdade. – Mas tu és.

- Acredita que não.

- Ai sim? Então diz lá a pior coisa que já fizeste.

- Uma vez, quando era pequenino, matei o meu peixe porque lhe deitei comida em
demasia.

Ri-me e abracei-me ao braço dele. “É por isto que gosto de ti!”, confessei-lhe. Ele ficou confuso, mas continuámos a caminhar ao longo do caminho de cimento ao lado do lago. Íamos conversando, conhecendo-nos melhor, era uma das coisas que precisávamos. Fiquei a saber quais os sonhos dele, as suas ambições e projetos para o futuro. Descobri o quanto paciente ele era. Quando comecei a falar dos meus pais e quais as verdadeiras razões de o Harry ter saído de casa, ele ouviu-me até ao final e deixou-me chorar no ombro dele, só depois é que falou de novo. Haverá alguém mais perfeito?

Já passava da uma da manhã quando ele me foi por a casa. Descalcei-me e entreguei-lhe as sapatilhas.

- Então, até daqui a umas horas? – Perguntei entre um sorriso.

- Claro.

Despedi-me dele com um beijo suave e saí. Acenei-lhe antes de fechar a porta e
percorri o caminho até à porta de entrada. Meti a chave na fechadura e comecei a rodá-la. Foi então que ouvi passos atrás de mim e virei-me. O Liam colocou ambas mãos na minha cara e beijou-me. A minha mão direita poisou no pescoço dele e retribui o beijo. Quando nos separarmos por falta de ar, encostei a minha testa à dele e sorri.

- Boa noite Liam. – Disse afastando-me.

- Dorme bem princesa.

Acabei de destrancar a porta e abri-a. Entrei e ainda avistei o carro dele a afastar-se
antes de fechar a porta. O Louis esperava-me ao lado da porta.

- Estives-te a espiar-me? – Perguntei.

- Dorme bem princesa. – Disse imitando o Liam.

- Eu não acredito, Louie!

Mandei-lhe um encontrão e ambos caímos num ataque de riso. Deu-me um beijo na testa e desejou-me uma boa noite, depois subiu para o quarto. Fui à cozinha, bebi um pouco de chá gelado e depois subi para o meu quarto. Arrumei os sapatos e a mala. O telemóvel foi para a minha mesinha de cabeceira e comecei a desapertar o fecho do vestido. A meio o fecho encravou. Tentei de tudo para tirar o vestido, mas não passava nas ancas nem nos ombros. Fui ao quarto do meu irmão, mas ele já estava a dormir. Odeio incomodar o sono das pessoas, mas desta vez é necessário.

- Harry. – Disse sentando-me na cama.

- Hum?

- Ajuda-me com o vestido.

Sem se levantar correu o resto do fecho e virou-se para o outro lado. Levantei-me, segurei o vestido e dei-lhe um beijo na testa.

- Boa noite Harold. – Tenho a certeza de que já não me ouviu, estava a dormir.

Voltei ao meu quarto, tirei o vestido, e, vesti o meu pijama. Depois deitei-me e adormeci numa questão de minutos.

***

No sábado acordei depois do meio-dia, havia um cheiro estranho na casa. Levantei-me, abri a preciana e fui até à cozinha. Os rapazes estavam sentados à mesa a comer tostas.

- Que cheiro é este? – Perguntei.

O Louis levantou-se e pegou numa panela que estava no lava-loiça. Depois mostrou-ma. Ao fundo estava colado uma substância que não consegui identificar. Tinham um aspeto bastante intragável, ninguém merece comer tal coisa.

- O esperto do Harry deixou queimar a massa do almoço. – Disse-me colocando a panela de novo de onde a tinha tirado.

- Isso era massa? – Disse espantada, indo observar de novo a panela.

- Era. – Desta vez respondeu o Harry.

Sentei-me à mesa e comi uma tosta também, peguei numa chávena e enchi-a com chá, acabadinho de fazer. Voltei a sentar-me e fui mexendo o líquido com uma colher para arrefecer. Fui bebendo aos poucos enquanto olhava pela janela à minha frente. Fui interrompida pela campainha da porta, mas alguém a abriu, nem me dei ao trabalho de ver quem era o recém-chegado. Capaz de ser o Niall, ele costuma vir cá a casa durante o fim-de-semana.

- London, o Liam está aqui! – Gritou o Louis da entrada.

Engasguei-me com o chá e quase que me ia saindo pelo nariz. Não estava à espera dele, pelo menos a estas horas. Acabei de me levantar e estou com um aspeto miserável. Ontem não desfiz o penteado, por isso devo estar com o cabelo todo em pé. Apanhei-o no alto da cabeça e fiz de tudo para parecer tranquila.

- Bom dia. – Disse-me ao entrar na cozinha.

Levantei-me e fui até ele para o cumprimentar com um beijo na bochecha, mas surpreendeu-me com um beijo nos lábios. Sorri com o gesto, e pechei uma cadeira para ele se sentar.

- Queres comer alguma coisa?

- Não, acabei de comer. Mas gostava de saber que cheiro hediondo é este.

- O meu irmão deixou queimar massa, enfim... – Disse num suspiro.

Ele riu-se numa gargalhada encantadora e pensei em como seria bom ouvir tal som todos os dias pela manhã.

- Planos para hoje? – Perguntou.

- Para já, vou tomar banho que estou num estado lastimável. Depois sou livre.

- Então vamos sair.

- E posso saber onde? – Perguntei enquanto metia a chávena ao lado da panela, hoje não é o meu dia de lavar a loiça.

- Surpresa.

Ele sentou-se na sala ao pé dos rapazes e eu fui tomar banho. Depois de me secar, vesti-me.(http://data.whicdn.com/images/33359572/tumblr_m7iz5rIFyx1qzhsero1_500_large.jpg) Fui chamar o Liam à sala e despedi-me dos meus companheiros de casa. Quando abri a porta para sairmos, o Niall estava a chegar, cumprimentei-o com um beijo na face e segui o Liam para o carro. Quando entrei, ele não perdeu tempo e fizemo-nos à estrada. Uns minutos depois estávamos no cinema.

Continua
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AnneMarie
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 896
Disposta a ser BetaReader? : Sim.
O que pretendes ser? : escritor(a)
Data de inscrição : 10/08/2011
Idade : 23
Localização : Uma terra que ninguém conhece...

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Ter 24 Jul - 23:52

OH meu deus o Liam é perfeito e tudo mas e o Zayn? Sad
Ahaha o Harry tem cá uma habilidade Razz
Gostei muito, muito!
Mais sim?

____________________________________________________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://newbegining.blogs.sapo.pt
mariana'
escritores
escritores
avatar

Mensagens : 194
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 25/07/2011
Idade : 22
Localização : Somewhere

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Qua 25 Jul - 12:03

AnneMarie escreveu:
OH meu deus o Liam é perfeito e tudo mas e o Zayn? Sad
Ahaha o Harry tem cá uma habilidade Razz
Gostei muito, muito!
Mais sim?

O Liam é mesmo perfeito *-* ; se continuares a acompanhar a ficção daqui a uns capítulos o Zayn volta em grande. (;
Obrigado, vou começar a trabalhar no próximo capitulo.
p.s.: tenho demorado a postar, porque o meu primo mais novo vem para minha casa todos os dias. É o que dá morar no mesmo prédio -.-
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
'abby♥
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 96
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 26/02/2011
Idade : 22
Localização : paradise

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Qua 25 Jul - 15:36

É mesmo o Liam é tão... oinnn *-*

Vai aquecendo os dedos para começar a escrever mais um capítulo prefeito e grande!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AnneMarie
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 896
Disposta a ser BetaReader? : Sim.
O que pretendes ser? : escritor(a)
Data de inscrição : 10/08/2011
Idade : 23
Localização : Uma terra que ninguém conhece...

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Qua 25 Jul - 16:23

Não faz mal sweet desde que continues a postar!!

____________________________________________________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://newbegining.blogs.sapo.pt
mariana'
escritores
escritores
avatar

Mensagens : 194
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 25/07/2011
Idade : 22
Localização : Somewhere

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Qua 25 Jul - 18:35

Obrigado às duas *-*
15º Capitulo


- London vou a casa da mãe buscar a tenda, queres vir? – Perguntou-me o Harry.

- Sim.

Levantei-me do sofá, peguei no telemóvel e segui o meu irmão até ao carro, o Louis também ia. Tínhamos decidido ir acampar para perto da praia, durante uma semana. O Niall, o Liam e o Zayn também iriam.

Quando chegámos a casa da nossa mãe, ela estava à nossa espera sentada num banco à sombra, a ler uma revista. Mal nos vi, levantou-se, poisou o que lia no banco e veio ao nosso encontro. Abraçou o Harry, depois a mim e finalmente cumprimentou o Louis.

- Mrs. Styles! – Gritou o Louis.

- Louis! – A minha mãe sabe exatamente que quando o Louis grita pelo nosso nome, devemos gritar pelo nome dele.

- Então onde está a tenda? – Perguntou o Harry.

- Deve estar na garagem. Procurem à vontade.

Voltou a sentar-se no banco e continuou a ler. Dirigimo-nos para a garagem e começamos a procurar nas caixas.

- Acho que encontrei! – Disse.

Tenho quase a certeza que está na caixa na última prateleira. Procurámos por um escadote mas sem êxito.

- Sobe para os meus ombros. – Disse-me o Harry.

- Nem penses, ainda me deixas cair.

- Anda lá.

Subi para cima de uma mesa e passei as minhas pernas por cima dos ombros do meu irmão. Quando ele se levantou oscilei um pouco e segurei-me à cabeça dele.

- Harry vais me deixar cair!

- Não deixo nada!

Ele levou-me até às prateleiras e tirei uma caixa que estava por cima da suposta caixa da tenda. Dei-a ao Louis que a poisou no chão. Depois comecei a puxar pela caixa da tenda, formou-se uma nuvem de pó que me fez espirrar. Puxei a caixa e espero que não contenha nada que se parta, porque a vou deixar cair. Conforme embateu no chão, fez um estardalhaço e o conteúdo, a tenda e os ferros todos, espalharam-se pela garagem. A minha mãe apareceu a correr a pensar que a caixa tinha caído em cima de alguém.

- Quero ver como vou sair daqui. – Disse agarrando-me à cabeça do meu irmão.

- Deixa-te cair para trás. – Sugeriu o Louis.

- Vocês vão-me deixar cair!

- Não vamos nada! – Disseram em coro.

Fechei os olhos e inclinei-me para trás. O Louis agarrou-me e deixei as pernas deslizarem nos ombros do Harry. Ao tirar os pés, dei um pontapé na cabeça do meu irmão, que logo se queixou e começou a resmungar. Pedi desculpa e agradeci mentalmente a Deus por não me terem deixado cair. Depois comecei a apanhar os ferros e a mete-los todos na caixa, o Louis e o Harry foram meter a caixa no carro e ficámos para jantar.

***

O despertador tocou às cinco e quinze da manhã. Fui diretamente para o duche e depois vesti uma roupa confortável. (http://data.whicdn.com/images/31238354/159596380515060085_q3JVMRvp_c_large.jpg)Arrumei o meu quarto e desci para beber um iogurte.

- Olha Louis, a tua versão feminina. – Disse o Harry.

O Louis tinha vestido umas calças vermelhas e uma camisola às riscas. Ficámos a olhar um para o outro com uma cara estranha, no final rimo-nos e fui beber o iogurte. Tocaram à campainha e fui abrir era o Niall, cumprimentei-o com um abraço, visto que tinha a boca cheia de iogurte.

- Há pequeno-almoço? – Perguntou-me.

- Se o fizeres, há.

Ele foi à cozinha e começou a fazer uma tosta. Quando me ia a sentar para comer mais qualquer coisa, oiço a campainha. Era o Liam e o Zayn. Cumprimentei o Liam com um beijo e o Zayn com um abraço.

- Estão todos prontos? – Perguntou-me o Liam.

- O Niall está a comer, depois é só arrumar as coisas no carro e estamos
prontos.

Eles entraram e sentara-se na cozinha. Sentei-me no colo do Liam e acabei de comer uma bolacha de chocolate. O Niall acabou de comer a terceira tosta e eu fui buscar a minha mala. Mandei-a pelas escadas a baixo, visto que era demasiado pesada para pegar-lhe. Depois o Liam encarregou-se de levá-la para o carro. No carro do Harry, ia o Louis e o Niall. Eu ia no carro do Liam, como Zayn. É estranho estar com eles os dois ao mesmo tempo, mas como planeio dormir a viagem toda, não me importo. Fui para os bancos traseiros e deitei-me.


Senti alguém a beijar-me e acordei de imediato. Era o Liam para avisar que tínhamos chegado. Saí do carro e espreguicei-me. Tínhamos chegado a Southend, mais precisamente ao parque de campismo que fica logo ao lado da praia. Tirámos a nossa tenda do carro e ainda a do Liam, visto que a nossa só dá para quatro pessoas, e, mesmo assim têm de ser quatro pessoas muito juntinhas. A do Liam dava para duas pessoas, ou seja, eu e ele. Montámos a tenda do Liam, que era daquelas que se abrem e que se montam em segundos, só temos de prende-la ao chão. A tenda da minha mãe ainda é das antigas que tem de se montar a estrutura por dentro da tenda. Já tinha montado aquela tenda centenas de vezes.

- Não queres ajuda? – Perguntou-me o Liam.

- Acredita, é mais fácil se for só eu a montar.

Continuei a montar a tenda e quando pensei que já estava pronta, levantei-me e abanei a estrutura para ver se não caía. Acontece que a tenda me caiu em cima e levei com um ferro na testa. Pensava que tinha apertado os ferros
todos, afinal deve-me ter faltado algum.

Alguém começou a levantar a tenda e vi que era o meu irmão. Puxou-me para fora daquele emaranhado de tecido e ferros e sentou-me no chão.

- Estás bem? – Perguntou-me.

- Levei com um ferro aqui.

E apontei para um sítio escondido pelo cabelo. Ele puxou-me o cabelo para trás e fez uma cara de desagrado.

- Que foi? – Perguntei.

- Vais ficar com um grande galo aí! – Disse o Louis a rir-se.

Mandei-lhe um pontapé. E fui buscar gelo ao bar com o Liam. No caminho de volta já trazia o gelo na testa. O Liam trazia o braço à volta da minha cintura. Quando voltámos, a tenda já estava montada, e os rapazes estavam a tirar as coisas do carro.


Continua
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AnneMarie
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 896
Disposta a ser BetaReader? : Sim.
O que pretendes ser? : escritor(a)
Data de inscrição : 10/08/2011
Idade : 23
Localização : Uma terra que ninguém conhece...

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Qua 25 Jul - 21:45

Gostei como sempre!
Hum campismo? mim gostar muito disso.
Continua!!

____________________________________________________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://newbegining.blogs.sapo.pt
mariana'
escritores
escritores
avatar

Mensagens : 194
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 25/07/2011
Idade : 22
Localização : Somewhere

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Qui 26 Jul - 15:14

Ainda bem que gostas-te (:
Eu amo campismo :c
Claro que sim!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AnneMarie
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 896
Disposta a ser BetaReader? : Sim.
O que pretendes ser? : escritor(a)
Data de inscrição : 10/08/2011
Idade : 23
Localização : Uma terra que ninguém conhece...

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Qui 26 Jul - 16:52

Acho qe foi umas das coisas que nunca fiz, pelo menos que me lembre.
Boa boa Smile

____________________________________________________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://newbegining.blogs.sapo.pt
mariana'
escritores
escritores
avatar

Mensagens : 194
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 25/07/2011
Idade : 22
Localização : Somewhere

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Sex 27 Jul - 14:44

16º Capitulo


- Vou para a água, alguém vem? – Perguntou o Harry.

O Liam, o Niall e o Louis levantaram-se. O Niall acabou de comer duas sandes, espero que não lhe faça mal.

- Não vens? – Perguntou-me o Liam.

- Prefiro apanhar sol.

Deu-me um beijo rápido e foi ter com os rapazes que estavam à beira da água. Na praia onde estamos, o areal é pequeno e não há muitas pessoas. Há nossa direita está uma mulher com o seu cão e há nossa esquerda estão quatro raparigas. O sol, hoje, estava uma maravilha e estava a planear aproveitá-lo. Virei-me de barriga para cima e observei os rapazes a mergulharem nas ondas. Aqui a água é gelada, por isso imagino que estejam cheios de frio.

- Então, não vais nadar? – Perguntei ao Zayn.

- Não. Não sei.

- É fácil. Um dia destes ensino-te!

- Tu queres é afogar-me, para te veres livre de mim! – Disse a rir-se.

- Que parvo! – Dei-me um empurrão.

Ele virou-se de barriga para baixo, cruzou os braços em cima e deitou a cabeça neles.
Olhei para as raparigas, que não paravam de cochichar e olhar para o Zayn. Uma morena especialmente não tirava os olhos dele.

- Não dês nas vistas, mas aquela morena ali, não para de olhar para ti. – Disse-lhe.

Ele virou a cabeça para o grupo das raparigas e a morena sorriu-lhe. Ele voltou a cabeça para mim e fez cara de desinteressado.

- Vai falar com ela! – Sugeri.

- Não me parece.

- Zayn! Por amor de Deus! Tens uma rapariga a babar-se para ti, e não vais falar com ela?

- Não.

Não insisti mais e deitei-me. Meti os óculos de sol e fechei os olhos. Concentrei-me no barulho das ondas e relaxei.
Já era o terceiro dia no campismo. Até que nem é mau, acampar, quero eu dizer, mas ando cheia de picada de mosquitos e o protetor solar parece atrair as moscas. Passamos a vida a abanar os braços no ar para enxotar os insetos.

- Olha desculpa, mas fiz uma aposta com as minhas amigas em como vinha falar contigo.

Abri rapidamente os olhos, puxei os óculos para a cabeça. A tal morena estava de pé, ao lado da toalha do Zayn. Com um sorriso encantador enquanto os seus cabelos esvoaçavam com a briza que estava a passar.

- Já estamos a falar... – Disse ele num tom um pouco desagradável.

- Então queres ir ali ao bar? Comer um gelado ou beber alguma coisa? – Perguntou-lhe.

Ele levantou-se, mandou o telemóvel para cima da minha toalha e pediu para lho guardar, visto que os calções dele não têm bolsos. Guardei-o dentro da minha mala e observei-os a afastarem-se. Iam a conversar. Senti um aperto na barriga. Que é isto? Ciúmes? Não pode ser! Acho que é mais o medo de o perder como amigo. Sim é isso. Virei-me novamente de barriga para baixo e deitei a cabeça num braço.
De repente deita-se alguém molhado e frio em cima de mim.

- Que horror! – Gritei.

- Não vens ao mar, o mar vem até ti.

- Louis, idiota! Sai de cima de mim!

Ele tirou-me os óculos de sol, mandou-os para a toalha do Liam e pegou-me ao colo. Se ele vai fazer o que estou a pensar, pode considerar-se um homem morto. Implorei que me poisasse e esperneei até não ter mais força para tal. Os rapazes riam-se descaradamente. O Louis entrou na água e quando essa lhe dava pelas ancas, largou-me. A diferença de temperaturas foi um choque para mim. Agarrei numa perna do Louis e puxei-o para o fundo. Emergi à superfície e comecei a tremer descontroladamente. Saí da água, ainda a tremer e espremi o cabelo. Agarrei na minha toalha, sacudia e embrulhei-me nela. Sentei-me na toalha do Liam e encolhi-me para reter o calor.

- Estás bem? – Perguntou-me o Liam que se tinha sentado ao meu lado.

- Estou a morrer de frio! – Disse encostando-me a ele.

Ele abraçou-me e senti-me a aquecer. Os nossos cabelos secaram depressa com o calor que estava. Porém continuava com frio.

- Que se passou? – Perguntou o Zayn que tinha acabado de chegar. A morena foi em direção às amigas a festejar.

- O parvo do Louis, decidiu atirar-me à água! – Disse alto para o Louis ouvir.

O Zayn riu-se e voltou a deitar-se na toalha. A morena não parava de olhar novamente
e ele continuava desinteressado. Os rapazes saíram da água e vieram ao nosso encontro. Cada um se deitou na sua toalha e ficaram a secar-se.

Às seis e quarenta e cinco começamos a arrumar as coisas. Dobrei a minha toalha e arrumei-a na mala, assim como a do Liam. Quando cheguei ao parque de campismo, tomei um duche, vesti um vestido e calcei umas sandálias. Hoje íamos a um restaurante à beira-mar. Às oito da noite saímos para o restaurante. Era um local pequeno e muito frequentado, pelo que tivemos de esperar uns dez minutos para nos conseguirem uma mesa. O menu era feito à base de marisco, escolhi um arroz de camarão. Era delicioso!

Eu e o Liam demos um passeio à beira mar, enquanto os rapazes ficaram num salão de jogos. Quando voltámos ao parque de campismo era quase meia-noite. Troquei de roupa na tenda, assim como o Liam e deitámo-nos.

- Não me importava de ficar aqui, assim contigo, para sempre. – Disse-me

Beijei-o e encostei-me a ele. Rapidamente adormecemos embalados pelo barulho das ondas que se ouvia pela noite a fora.

Continua
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AnneMarie
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 896
Disposta a ser BetaReader? : Sim.
O que pretendes ser? : escritor(a)
Data de inscrição : 10/08/2011
Idade : 23
Localização : Uma terra que ninguém conhece...

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Dom 29 Jul - 21:47

Gostei muito como sempre.
Eles são mesmo maus!
E bem o Zayn, ai ai eu sei em quem é que ele está interessado!!
Mais sim?

____________________________________________________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://newbegining.blogs.sapo.pt
'abby♥
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 96
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 26/02/2011
Idade : 22
Localização : paradise

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Seg 30 Jul - 12:11

mais uma capítulo perfeito, sem dúvida
e vá, continua escrevendo mais!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
mariana'
escritores
escritores
avatar

Mensagens : 194
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 25/07/2011
Idade : 22
Localização : Somewhere

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Seg 30 Jul - 16:03

Awww, obrigada às duas ;3

17º Capitulo


Acordei com o barulho da chuva a cair sobre a tenda. Sentei-me e verifiquei se não entrava água por nenhum lado. Até agora estava tudo seco. Abri a minha mala tirei de lá umas calças de ganga e vesti-as. Não tinha trazido nenhuma camisola de manga comprida, nem pus a questão de que chovesse. Abri a mala do Liam e procurei por uma. Tirei uma com gorro e pensei “Perfeito”. Tirei a camisola do pijama e rapidamente vesti a camisola do rapaz que dormiu ao meu lado. Calcei as minhas sapatilhas, atei o cabelo, abri o fecho da tenda e corri até ao carro do meu irmão. Temos sempre guarda chuvas na mala. Peguei num e fui à outra tenda. Abri o fecho e entrei rapidamente. Todos acordaram com o barulho que fiz.

- Bom dia. – Disse.

- Bom dia! – Disseram-me ao mesmo tempo.

- Vou ver se o Liam já acordou e vou comprar pão ali ao mercado, querem alguma coisa em especial?

- Não. – Respondeu o Zayn juntamente com o Louis.

- Eu também não. – Disse o meu irmão.

- Podes-me trazer bolachas de chocolate, mais um pacote daquele sumo que costumo beber em vossa casa e uns salgados para petiscar.

- Claro Niall. – E sorri-lhe.

Ver o Niall a comer dá prazer. É como ver as criancinhas na manhã de Natal. E o que será melhor do que fazer as pessoas de quem gostamos felizes? Nada! Pedi para arranjarem espaço na tenda, abri o chapéu-de-chuva novamente e fui até à tenda onde dormira. O Liam já estava acordado e estava a vestir-se. Cheguei-me a ele e beijei-o.

- Estava à procura dessa camisola! – Disse-me.

- Estou a pensar ficar com ela! – Disse enquanto me ria.

Fechei a tenda e corri até ao mercado do parque de campismo. Peguei nas coisas que o Niall me tinha pedido, no pão e numas garrafas de leite achocolatado. A senhora que estava no balcão, e eu, tivemos uma pequena conversa sobre o tempo. Concordei com tudo o que ela disse, porque parecia ser simpática e devia ter idade para ser minha avó. Agarrei no saco de plástico branco com as compras e corri de novo para as tendas. Entrei para a tenda maior e sentei-me num dos cantos. Tomámos o pequeno-almoço enquanto conversávamos. O Niall quando acabou de comer, foi à casa de banho e quando voltou trazia a guitarra nas mãos. Não fazia ideia que ele a tinha trazido. Sentou-se no centro da música e começou a tocar o “So Sick”. Cantámos todos juntos, e, mais uma vez a minha voz estragava tudo. A meio da música calei-me e fiquei a ouvi-los.

Ao final de umas três músicas ficámos a conversar de coisas banais enquanto nos queixávamo-nos sobre a chuva. O Zayn andava à volta na tenda, não sei o que é que ele anda a fazer, mas já irrita um bocadinho.

- Acho que perdi o meu telemóvel! – Disse amuado.

- Desde quando é que te lembras que não o tinhas contigo? – Perguntou o Harry.

- Ontem à noite já não o tinha, de certeza.

Começaram todos à procura, incluindo eu. De repente lembrei-me de uma coisa. “Já volto!", anunciei. Fui até à “minha” tenda e abri a minha mala da praia. Lá estava o telemóvel do Zayn, e, estava a tocar. Peguei nele e olhei para o ecrã. Alguma rapariga chamada Jennifer estava a ligar para o Zayn. Vi também que já havia quatro chamadas não atendidas daquele número. Não resisti e atendi.

- Zayn? – Uma voz familiar apareceu do outro lado da chamada.

- Não. – Respondi. – É uma amiga dele.

- Ah. O Zayn está ai? – Finalmente reconheci a voz, era a morena de ontem. A da praia.

- Está ali, já lhe passo o telemóvel espera um bocado.

- Ok.

- É que vi que já havia algumas chamadas não atendidas tuas e tive curiosidade. Quer dizer, podia ser algo urgente. Desculpa... – A minha mania de pedir desculpa a todos sem ter motivos para tal.

- Não faz mal. És aquela que estava na toalha ao lado dele?

- Sim, sou eu.

Nesse momento entrei, voltei a fechar o fecho e passei o telemóvel ao Zayn.

- É a Jennifer.- Disse.

Ele saiu, não sei para que fechei o fecho então. O telemóvel do Harry começou a tocar e saiu também.

- Planos para hoje? – Perguntou o Louis.

- Nada. – Disse.

Sentei-me nas pernas do Liam e ele beijou-me a testa. Deitei a minha cabeça no seu ombro e beijei-o. O Niall e o Louis fizeram como que se fossem a vomitar e envolveram-se os dois numa conversa animada sobre qualquer coisa à qual não prestei muita atenção. Sentir o cheiro do Liam era tão reconfortante. Ele abraçou-me e aninhei-me ainda mais no colo dele. Sorri para mim e fiquei assim até o Zayn nos interromper a todos.

- Grandes notícias! – Disse.

- Então? – Perguntou o Liam.

- Vou sair com a morena de ontem! – Festejou enquanto de sentava.

- Ai não vais não! – Disse o Harry enquanto entrava na tenda.

- Ciúmes Harold? – Perguntei enquanto me ria.

Ele olhou para mim com uma cara ameaçadora e continuou a falar.

- Temos de começar a arrumar as coisas. Precisamos de ir embora, agora!

Continua
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AnneMarie
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 896
Disposta a ser BetaReader? : Sim.
O que pretendes ser? : escritor(a)
Data de inscrição : 10/08/2011
Idade : 23
Localização : Uma terra que ninguém conhece...

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Seg 30 Jul - 17:01

Okeeeeeyyyy, o que é que aconteceu? :0
Oh não me podes deixar assim curiosa.
Mas pronto gostei muito do capitulo como sempre e aquela morena tem uma sorte*-*
Quero mais rápido?

____________________________________________________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://newbegining.blogs.sapo.pt
mariana'
escritores
escritores
avatar

Mensagens : 194
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 25/07/2011
Idade : 22
Localização : Somewhere

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Seg 30 Jul - 17:04

AnneMarie escreveu:
Okeeeeeyyyy, o que é que aconteceu? :0
Oh não me podes deixar assim curiosa.
Mas pronto gostei muito do capitulo como sempre e aquela morena tem uma sorte*-*
Quero mais rápido?

Queres o capitulo agora? É que já está feito *o*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AnneMarie
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 896
Disposta a ser BetaReader? : Sim.
O que pretendes ser? : escritor(a)
Data de inscrição : 10/08/2011
Idade : 23
Localização : Uma terra que ninguém conhece...

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Seg 30 Jul - 17:29

A sério? 0.0

____________________________________________________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://newbegining.blogs.sapo.pt
mariana'
escritores
escritores
avatar

Mensagens : 194
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 25/07/2011
Idade : 22
Localização : Somewhere

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Seg 30 Jul - 17:32

AnneMarie escreveu:
A sério? 0.0

Sim, ahah xD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AnneMarie
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 896
Disposta a ser BetaReader? : Sim.
O que pretendes ser? : escritor(a)
Data de inscrição : 10/08/2011
Idade : 23
Localização : Uma terra que ninguém conhece...

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Seg 30 Jul - 17:34

Hum se não fosse pedir muito... :S
Very Happy

____________________________________________________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://newbegining.blogs.sapo.pt
mariana'
escritores
escritores
avatar

Mensagens : 194
O que pretendes ser? : leitor(a)
Data de inscrição : 25/07/2011
Idade : 22
Localização : Somewhere

MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   Seg 30 Jul - 18:00

18 º Capitulo


- Temos de começar a arrumar as coisas. Precisamos de ir embora, agora!

- Porquê? – Disse amuada. Queria aproveitar mais uns dias de praia.

Quando o meu irmão disse de quem era, e, o motivo da chamada que tinha recebido festejámos tanto que a tenda não nos caiu em cima, porque não calhou. Um dono de um dos estúdios de Londres tinha ligado ao Harry a perguntar se era ele que fazia parte dos One Direction. Ele tinha estado no concurso de talentos da escola, porque a sobrinha tinha participado, acho, e, gostou de ouvir a banda. Queria que amanhã de manhã estivessem no estúdio porque estaria um produtor presente. Se ele gostasse dos rapazes, o dono do estúdio prometeu que vão ter um futuro promissor. O Harry tinha a morada do estúdio. Agora é só voltar para Londres.

Antes de começar a arrumar a minha mala, enchi o Liam de beijos. Depois de arrumarmos as malas começamos a arrumar a tenda. Já tinha parado de chover há cerca de uma hora. Dobramos a tenda do Liam e metemo-la dentro do saquinho redondo, corri o fecho e levei-a para a mala do carro. Arrumei a minha mala, juntamente com a do Zayn e a do Liam. Ajudei a desmontar a tenda da minha mãe e arrumámos tudo na caixa de cartão. Os rapazes acabaram de arrumar tudo no carro do Harry e fomos para a receção. Pagámos e demos a saída.

Desta vez fui no lugar do passageiro e o Zayn nos bancos de trás. Ia admirando a beleza do mar enquanto nos afastávamos cada vez mais. Puxei pelo carapuço da camisola do Liam e poisei-o sobre a minha cabeça. Tinha a estranha sensação que me iria adormecer a qualquer momento.


- London? – Sussurrou o Liam.

Abri os olhos, mas voltei logo a fechá-los por causa da luminosidade. Como tinha previsto tinha adormecido. Voltei a abrir os olhos, desta vez permaneceram abertos

- Anda. Tivemos de parar. O Niall tinha fome e o Louis se não fosse à casa de banho rebentava.

Ri-me e saí do carro. Tirei o carapuço e passei os dedos no cabelo na esperança de o pentear um pouco. Ajeitei ainda a camisola, que estava torcida nos braços. Entrelacei os meus dedos nos do Liam e entrámos para o restaurante. Sentámo-nos ao lado dos rapazes e pedi apenas uma salada. No final de comer fui à casa de banho e quando voltava para a mesa, fui contra alguém. Era o Zayn. Menos mal, poupo-me de mais uma vergonha. Pedi-lhe desculpa educadamente e quando estávamos a voltar para a mesa os rapazes já não estavam lá. Fomos verificar os carros e lá estavam eles prontos para irmos embora. Entrei para o meu lugar, seguida pelo Zayn que entrou para os bancos traseiros e continuamos o nosso caminho em direção a casa.

Já passava das três da tarde quando chegámos a Londres. Seguimos até a casa, estacionámos na entrada para a garagem e tirei a minha mala do carro. O Harry já tinha entrado e ocupava-se agora a abrir as precianas e as janelas. Estava abafado dentro de casa. O Liam ajudou-me a levar a mala para o meu quarto e abri a preciana, mas, ao invés de abrir a janela liguei o ar condicionado. O Liam deitou-se sobre a minha cama e deitei-me ao lado dele. Ficámos os dois a olhar para o teto sem nada dizer. Decidi quebrar o silêncio.

- Porque é que não ficas cá? Ninguém sabe que voltámos.

- Não sei. – Respondeu-me timidamente. Adoro o quão tímido ele consegue
ser.

- E se os outros também cá ficassem? Podíamos dormir todos na sala.

- Vamos perguntar-lhes.

Descemos até à sala e propusemos aos rapazes que passassem ali a noite, amanhã iriamos todos ao estúdio e depois logo se veria o que fazer. Ficámos no sofá o resto do dia, a ver um filme de comédia. Ri-me bastante. Antes de jantar-mos, decidimos que iriamos ao Nando’s porque o Niall já não comia lá há uma semana e se ele não pedisse para irmos lá estaria doente, fomos tomar banho. A casa de banho das visitas, no primeiro andar, não tem chuveiro, apenas as casas de banho dos quartos. Tomei banho primeiro. No final embrulhei-me numa toalha e fui informar o Liam que já podia ir. Vesti-me enquanto ele acabava de tomar banho. Quando acabou, gritei que o próximo já podia ligar a água. Ele vestiu-se no meu quarto enquanto estava na casa de banho e secar o cabelo. Ao final de uma hora e tal estávamos todos prontos.

Como planeado comemos no Nando’s. O Niall comeu o triplo de toda a gente. Quando voltámos a casa, fomos para o jardim até à hora que nos deitámos. Adormeci no sofá com o Liam. O Louis estava no sofá mais pequeno e os outros estavam deitados no chão.

***

Comecei a sentir uma comichão na perna e estiquei o braço para me coçar, mas acontece que caí do sofá abaixo. Queixei-me das costas e o Liam acordou. Ajudou-me a levantar e fui preparar o pequeno-almoço. Os rapazes começaram a acordar e foram-se sentando à mesa. Servi panquecas com leite achocolatado. No final ainda comi uma maça. Ajudei a arrumar a mesa de centro da sala e fui-me vestir. Comecei a sentir-me nervosa, nem quero imaginar os rapazes. O Liam sorriu-me timidamente e aí tive a certeza que ele estava quase a rebentar de tão nervoso que estava. Abracei-me a ele e sussurrei-lhe ao ouvido que iria tudo correr bem. Fomos todos no carro do Harry, tive de ir ao colo do Liam, espero que não hoje não haja polícias na estrada.

Meia hora depois estávamos no estúdio, demoramos tanto por causa do trânsito. Entrelacei os meus dedos nos do Liam e entrámos. Uma mulher veio na nossa direção e perguntou se eram os One Direction. O Louis respondeu afirmativamente.

- Pensava que só eram cinco rapazes. – Disse a mulher enquanto nos levava para uma sala.

- Ah, ela é minha irmã! – Disse o Harry.

- Hum...

Acho que não gostou muito da ideia que eu os acompanhasse.

- A menina vai ter de esperar aqui. – E apontou para umas cadeiras.

Dei um beijo ao Liam e desejei sorte a todos. Eles entraram para uma sala, onde já estavam dois homens. Um deles envergava um fato com um belo corte. Sentei-me na cadeira mais próxima da porta, cruzei as pernas e esperei impacientemente. Estava tão nervosa que me deu vontade de ir à casa de banho. Procurei à rapariga da receção onde era, e disse-me que tinha de percorrer o corredor até ao final e virar à direita. Fiz o que me disse e encontrei a casa de banho, à esquerda era a dos homens.

Quando ia a sair, recebi uma mensagem da operadora do meu telemóvel, cliquei no botão para apagar, mas antes de confirmar fui contra alguém. Já era a segunda vez em dois dias, que falta de sorte! Apanhei o meu telemóvel que tinha caído e preparei-me para me desculpar.

- Desculpe. – Disse.

Olhei para a pessoa para quem me desculpava para ver quem era. Quando levanto a cabeça tive um breve ataque cardíaco.

- Ed Sheeran? – Disse surpreendida.

- O próprio. – Disse entre um sorriso magnífico.

- Acabei de morrer, não foi? – Disse não brincadeira.

- Espero que não. É que seria eu o responsável. – Rimo-nos os dois.

Ficámos em silêncio. Ele quebrou o silêncio.

- Bem... Prazer em conhecer-te... – Esperou que lhe dissesse o nome.

- London. E o prazer é meu. – E sorri.

- Bonito nome. – Disse enquanto se afastava.

Voltei a sentar-me na cadeira onde me sentara antes. Mas desta vez um sorriso rasgava-me os lábios. Tinha acabado de conhecer um dos meus ídolos. A minha paixão platónica durante muito tempo.

- I thought I saw girl brought to life. She was warm she came around. – Ouviu-se do outro lado de porta.

Os rapazes estavam a cantar. Isso é bom sinal, não? Levantei-me e encostei o ouvido à porta. Fiquei nervosa novamente. E se o produtor não gostar da voz deles? E se eles se engarem ou fracassarem em alguma parte? Tantos se nesta equação e não estou a gostar nada.

- Sabes que é feio ouvir por de trás das portas, London? – Disse o Ed enquanto passava pelo corredor.

- Shhhh! A banda do meu irmão e do meu namorado está preste a ficar famosa! – Disse eu entre risos.

Ele encostou a orelha à porta e ficou à escuta também. Estava a ouvir os rapazes, por de trás de uma porta, com o Ed Sheeran. É surreal! Devo estar a sonhar ou algo do género. Belisquei-me só para confirmar, e não, não estava a sonhar. Sorri quando eles acabaram de cantar e agora ouvia-se a voz de um dos homens. O meu ouvido captava apenas murmúrios, por isso, retirei-me do meu posto de escuta.

- Eles são bons. – Disse-me o Ed.

- São mesmo, e, obrigado.

Senti-me a corar e ele afastou-se até à receção onde ficou à conversa com uma mulher. Sentei-me de novo. O meu pé esquerdo começou a tremer. Quando estou nervosa esse meu pé treme sempre. Vi as horas e era quase meio-dia. Questionei-me se iriamos comer ao Nando’s novamente. Espero que não! Não posso correr o risco de enjoar frango novamente. De repente a porta abriu-se, e os rapazes saíram. Levantei-me rapidamente e encarei-os.

- Então? – Perguntei ansiosa. A verdade é que todos tinham um ar bastante tristonho. – O que se passou? Contem-me! – Estava a ficar impaciente.

Eles soltaram todos, um sorriso malicioso e riram-se.

- Segunda-feira começamos a gravar! – Disse o Harry.

Atirei-me a ele e abracei-o. Depois abracei todos pela ordem que estavam. Acontece que o Liam era o último. Saltei-lhe para os braços e coloquei as minhas pernas estrategicamente à volta das ancas dele. Beijei-o e depois abracei-o.

O Ed que ainda estava na receção ao ver aquele aparato todo encarou-nos. Levantou-me o dedo polegar em sinal de aprovação e levantei o meu também.

Continua
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: If we could only turn back time   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
If we could only turn back time
Voltar ao Topo 
Página 3 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Back In Black - v1
» Can't hold it back anymore 1.0
» GM/ABC - 2001
» Animes que gostaria que criassem
» [Clã]Battlefield 3 PS3

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fanfiction Portugal :: One Direction-
Ir para: